Coluna

Ação contra Baldy sobe ao STJ por citação de Lincoln Tejota

Publicado por: Venceslau Pimentel | Postado em: 18 de maio de 2021

O Ministério Público Eleitoral até havia chegado à conclusão de que o processo contra o secretário de Transportes Metropolitanos de São Paulo, Alexandre Baldy, por entender que não havia provas que pudessem sustentar o envolvimento dele em prática de crime eleitoral. Isso, a partir de um suposto esquema de corrupção de desvio de verbas para a Saúde no Rio de Janeiro e São Paulo. Por conta desse caso, ele chegou a ser preso, por determinação do ministro do STF, Gilmar Mendes. Mas o caso segue agora para o Superior Tribunal de Justiça, depois da citação do vice-governador Lincoln Tejota como beneficiário do esquema. O episódio deve refletir no Progressistas, presidido, em Goiás, por Baldy. 

Governo do PSDB 

As investigações apontaram que Baldy teria recebido R$ 2,6 milhões da organização social Pró-Saúde, no período em que ele ocupava a Secretaria da Indústria e Comércio, no Governo de Marconi Perillo. 

Narrativa frágil 

Mesmo pertencendo à ala de bolsonarista na Câmara dos Deputados, José Nelto, que preside o Podemos em Goiás, diz que o Palácio do Planalto usa a mesma narrativa quanto ao voto impresso do governo Trump. 

Quem se habilita? 

Bolsonaristas estariam sendo estimulados a fazer como o deputado federal Léo Motta (PSL), que pediu, via ofício, informações a todos os prefeitos de Minas Gerais sobre gastos de recursos federais com a pandemia. 

Equilibrar forças 

Encontro do PSD, ontem, em Goiânia, serviu para enaltecer a filiação do secretário da Fazenda de São Paulo, Henrique Meirelles, que tenta se viabilizar para concorrer uma vaga ao Senado, em Goiás. E defendeu espaço na chapa governista 

Apoio atravessado 

Na tentativa de se colocar como candidato a governador, em 2022, o ex-prefeito de Trindade, Jânio Darrot (Patriota), vê o seu afilhado político, Marden Júnior, que agora comanda a cidade, em tratativa política com prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha. 

Na contramão  

A defesa intransigente do deputado federal e presidente do PSB, em Goiás, Elias Vaz, de manter alinhamento de centro-esquerda, com eventual apoio ao petista Lula, esvazia o partido, a começar pelo presidente da Alego, Lissauer Vieira, que apoia a reeleição de Ronaldo Caiado. 

Na disputa 

Ex-aliado de Marconi Perillo, o prefeito de Goianira, Carlão da Fox, depois que anunciou desembarque do PSDB, vai para o DEM, com disposição para disputar comando da Associação Goiana dos Municípios. 

No braço 

O prefeito de Anápolis, Roberto Naves (PP), que defende a tese de que vacina é pra ser usada, anuncia que a partir de hoje, serão imunizados professores da rede municipal e de escolas privadas da educação infantil. Sai na frente. 

CURTAS 

– Quem se engaja na luta contra a Lgbtfobia é a primeira-dama Thelma Cruz, integrando de ações sociais em defesa da causa.  – Está na pauta da Alego o projeto que Ronaldo Caiado enviou à Casa, que trata da venda de 55 imóveis do Estado. É mais dinheiro entrando no caixa. 

Compartilhe: