Segunda-feira, 22 de julho de 2024

Coluna

ACM Neto defende candidatura de Caiado como direita moderada

Publicado por: Wilson Silvestre | Postado em: 31 de maio de 2024

O ex-prefeito de Salvador, ACM Neto, um dos líderes mais influentes do União Brasil na linha de frente da pré-candidatura a presidente da República do governador de Goiás, Ronaldo Caiado (UB), afirmou numa recente palestra na Fundação Fernando Henrique Cardoso, que o governador goiano reúne as qualidades para romper a polarização que existe hoje no país. Além de Caiado, ele citou os governadores Tarcísio de Freitas (REP-SP), Romeu Zema (Novo-MG) e Ratinho Júnior (PSD-PR). Na avaliação de Neto, “não reconhecer que Bolsonaro é o maior cabo eleitoral no campo da direita é fechar os olhos para a realidade”. No entanto, frisou que, “quem decidiu a eleição não é quem é PT nem quem é esquerda, quem decidiu a eleição por pouco, rejeitava mais Bolsonaro do que Lula. Então não foi propriamente uma escolha por opção, por amor, por identidade, foi muito mais por exclusão e por rejeição. Existe hoje uma polarização que é concreta, que é dominante e que extrapolou a política”. É com essa percepção que ACM Neto e os apoiadores de Caiado constroem um novo olhar para o país. Caiado tem muito chão até 2026 para andar e, dependendo da caminhada, pode quebrar a polarização ‘lulopetistas-bolsonaristas’. Quanto ao PT, Neto diz que está decidido: “Lula é candidato e não existe nenhum jogo para criar uma sucessão no campo do PT e das esquerdas”, resume Neto.

Com Bolsonaro, sem dependência

Em suas palestras, ACM Neto ressalta a importância de Bolsonaro como aliado, mas sem depender só dos votos bolsonaristas. “Seria um equívoco se o campo da direita não furar a bolha, a chance de perder a eleição é grande”. Isto significa que uma aliança com o PL é bem-vinda, mas sem aprofundar o radicalismo.

Continua após a publicidade

Na 32ª Marcha…

… com Jesus nesta quinta-feira (30), em São Paulo, Caiado foi um dos oradores e reafirmou a defesa dos valores conservadores familiar. “Nós queremos preservar a família em nosso país, e a maneira de se preservar é exatamente fazendo com que tenhamos a condição de implantar a segurança pública cada vez maior, para não deixar com que a droga avance”, pontuou.

‘Sanfona’ Gomes

A guerra jurídica pelo comando do PMB, parece mais uma novela pastelão. Depois de ser destituído do cargo e novamente reconduzido, o vereador Santana Gomes pode perder novamente o posto. Parece um fole de sanfona: agora a direção regional quer ejetar Santana do posto. A conferir.

“Estou confiante”

A expressão otimista é do pré-candidato a prefeito de Valparaíso pelo PL, José [Zé] Antônio. Ele disse à coluna que “a população de Valparaíso quer mudanças e o nosso grupo representa uma nova perspectiva de gestão: o cidadão em primeiro lugar. É com entusiasmo que abraço esse desafio de mudanças”.

Alex e Lima

Deu a lógica política em Cidade Ocidental: o pré-candidato a prefeito pelo UB, Antônio Lima se uniu ao também postulante ao cargo. Alex Batista (MDB). Essa união de dois ex-prefeitos virou uma dor de cabeça para o candidato do prefeito, Luiz Gonzaga Viana (PP), mais conhecido como ‘Lulinha’. Mesmo bancado pelo prefeito Fábio Corrêa, vai ser uma ‘pedreira’ vencer a dupla Alex-Antonio Lima.