Coluna

Aneel fará uma avaliação em agosto do Plano Emergencial da Enel em Goiás

Publicado por: Sheyla Sousa | Postado em: 23 de julho de 2020

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) fará uma
avaliação no próximo mês do Plano Emergencial de Investimentos da Enel em
Goiás. No auge da tensão entre governo e a concessionária em fevereiro deste
ano, a Aneel interferiu para que fosse cumprido prazo até agosto. O Estado
queria a cassação da concessão. O secretário geral da Governadoria, Adriano
Rocha Lima, explicou que há diálogo entre as partes e espera que as graves
falhas no serviço de distribuição de energia elétrica sejam sanadas. Rocha Lima
diz que tem informação que a Enel melhorou os indicadores, mas que ainda não
atingiu o nível que o estado espera. “Eles melhoraram um pouco. A última
informação que tive é que ainda não atingiu o nível que a gente espera. Esse
plano termina em agosto e haverá uma reavaliação de tudo isso e vamos verificar
tudo isso e quais foram os resultados”, afirmou.

Menos tensão

Na semana passada, o governo recebeu doação de 26 mil máscaras
da Enel. Adriano Rocha Lima disse que a relação é profissional. “Terá cobrança
quando precisa e aplausos quando merecer”, ressaltou.

Plano Diretor

A Mesa Diretora da Câmara de Goiânia encaminhou ofício ao
Ministério Público propondo a realização de agenda de trabalho entre as
instituições para análise e eventual deliberação conjunta acerca da tramitação
da revisão do Plano Diretor de Goiânia.

Recomendação

O MP recomendou a suspensão das discussões do Plano Diretor,
por falta de audiências presenciais.O Legislativo esperava votar o projeto em
agosto.

Dívidas passadas

A dívida do Estado com fornecedores do FICA 2018 é de cerca
de R$ 1,1 milhão. R$ 716 mil é reconhecido pelo Secult e será para pagamento de
estrangeiros. Portaria foi instituída para avaliar outros R$ 404 mil.

Sem previsão

Os pagamentos serão feitos somente quando o Estado puder
captar novos empréstimos, devido à grave situação fiscal do Estado. Não há
previsão para isso.

Eleições 2020

O pré-candidato pelo Solidariedade a prefeito de Goiânia,
Alysson Lima avalia que uma grande quantidade de nomes na disputa eleitoral na
capital, não prejudicarão trabalho de oposição ao prefeito.

Estratégia

Para o deputado estadual, há de seis a oito nomes capazes de
tirar votos de Iris Rezende, caso seja candidato. “Isso é ótimo, se levar em
consideração que temos seis a oito pré-candidatos competitivos que devem
pontuar bem”, disse.

Quitanda

Em plena crise da Covid-19, a Câmara Municipal de Goiânia
abriu licitação para contratação de empresa visando o fornecimento de
quitandas. O valor do contrato é de até R$ 78 mil 340, 050 por um período de 12
meses.

Delícias

Os itens do contrato são: Pão de queijo; Biscoito de queijo;
Enroladinhos de queijo e de salsicha; Empadinha de frango; Mini esfirras
fechadas de carne e de frango; Bolos de fubá, de laranja e de cenoura com
cobertura de chocolate.

CURTAS

– O presidente da Alego, Lissauer Vieira (PSB) anunciou que
emendas impositivas dos deputados serão pagas até outubro.

– A resposta veio após questionamento de Henrique Arantes
(MDB). As emendas serão pagas para quem estiver com documentação correta.

– O deputado estadual Humberto Teófilo(PSL), protocolou
ações contra 33 municípios por irregularidades em contratos e licitações
durante a pandemia.


Compartilhe: