Segunda-feira, 15 de julho de 2024

Coluna

Antecipação de 2022 afasta Vanderlan de Ronaldo Caiado

Publicado por: Sheyla Sousa | Postado em: 29 de janeiro de 2020

Depois de terem sido unha e carne nas eleições municipais de
2012 até a pré-campanha estadual de 2014, o distanciamento circunstancial entre
o senador Vanderlan Cardoso (de saída do PP) e o governador Ronaldo Caiado
(DEM) só aumenta desde o início do atual mandato. A possível reaproximação,
mesmo administrativa, é cada vez mais improvável, tanto que Vanderlan considera
todos os partidos para nova filiação e pré-candidatura à prefeitura de Goiânia,
menos qualquer um da base caiadista. O senador tem conversa adiantada com o PSD
de Vilmar Rocha e deve fechar questão em reunião com Gilberto Kassab na próxima
semana. “Fui candidato em uma chapa de oposição a ele e, depois que ele tomou
posse, a gente veio conversando. Esse distanciamento aconteceu não por minha causa.
Acho que gente próxima ao governador está tentando antecipar 2022”, analisa
Vanderlan.

Atropelo

Aliados do senador têm reclamado de atropelos antecipados
por parte do Palácio das Esmeraldas na tentativa de minar a construção de bases
com vistas à disputa estadual. Enxergam nele o mais claro adversário em
potencial.

Continua após a publicidade

Papo reto

Vanderlan reclama do afastamento e conta que conversou com
Caiado sobre o tema. “Falei com ele e perguntei por que desse distanciamento.
Ele disse que não existe e que está havendo um mal-entendido”.

Cá entre nós

Distante de Caiado e sem espaço no PP de Alexandre Baldy,
que trabalha para disputar o senado, Vanderlan se apresenta em Goiânia mais
para confirmar espaço político.

Eu voltei!

Por força de liminar, o vereador de Agneuson Alves da Silva
(PV), presidente do Trindade Atlético Clube, está de volta à Câmara de
Trindade. O advogado eleitoral João Márcio Pereira conseguiu anular sessão que
havia cassado o mandato.

Formalidade

A própria Câmara Municipal de Trindade decidiu, em plenário,
pelo afastamento do vereador, que foi denunciado por ter firmado convênio com a
prefeitura, no valor de R$ 567 mil, em favor do time de futebol.

Indicativo

Ronaldo Caiado voltou a confirmar intenção de aderir ao
Regime de Recuperação Fiscal até antes de abril, quando vence o prazo dado pelo
STF para suspensão do pagamento de dívidas federais.

Inviável

“Não tem como voltarmos a pagar juros e parcelas das dívidas,
que atingem R$ 270 milhões. Precisamos rapidamente caminhar para isso”,
afirmou, contando, como antecipado pela Coluna, com a aprovação do Plano
Mansueto.

Prazo dado

Repetindo o discurso de “foco na gestão”, o secretário
municipal de governo, Paulo Ortegal, aponta que Iris Rezende deve decidir sobre
candidatura “até março ou abril”.

CURTAS

– O prazo para definição é o das convenções (5 de agosto) ou
até a data para registro de candidatura (15 de agosto).

– Em corrida contra o tempo, lideranças do “Aliança Pelo
Brasil” passaram a não exigir registro das assinaturas de apoio.

– O partido de Bolsonaro precisa ter 492 mil nomes
confirmados pelo TSE até o fim de março para disputar as eleições.