Coluna

Base do governo garante apoio à CPI dos Incentivos

Publicado por: Sheyla Sousa | Postado em: 11 de outubro de 2019

A nova ofensiva do Fórum das Entidades Empresariais do
Estado de Goiás, com publicidade, manifestações públicas e até outdoors pelo
interior do estado contra o trabalho da CPI dos Incentivos Fiscais, contou com
resposta direta de deputados estaduais, além do alvo principal dos empresários,
o relator Humberto Aidar (MDB). Os parlamentares questionam porque os ataques
não são direcionados ao governador Ronaldo Caiado (DEM), que sancionou projeto
de Aidar, ou à Secretaria de Economia, que fornece informações oficiais para a
Comissão. O próprio líder do governo na Casa, Bruno Peixoto (MDB), respondeu à
Xadrez e hipotecou apoio institucional ao trabalho de investigação. “O deputado
Humberto Aidar é sério e, em nenhum momento, se diz contra os incentivos
fiscais. Ele se posiciona contra o excesso e ele conta com o apoio da base do
governo para continuar prestando seu serviço”, define.

Respaldo

Além do líder da base em entrevista, os deputados Amauri
Ribeiro (Patriota), Talles Barreto (PSDB), Henrique Arantes (MDB) e Lucas Calil
(PSD), usaram as tribunas da Alego para manifestar apoio ao trabalho da CPI.

Outro lado

Tem chamado a atenção a atuação de Talles na comissão, com
entendimento sobre exageros na concessão de incentivos fiscais, mesmo tendo
sido apoiador dos governos do PSDB que concederam todos os benefícios.

Equilíbrio

Na manifestação de ontem, o líder tucano prestou
solidariedade a Aidar e defendeu os benefícios, desde que concedidos com
“equilíbrio”.

Realidade

Ainda na busca por não criar conflitos com vereadores, o
secretário municipal de Planejamento, Henrique Alves, admitiu que a tramitação
da revisão do plano diretor “está demorando mesmo”.

Processo

A relatora, Cristina Lopes (PSDB), ainda aguarda avaliação
da Procuradoria da Câmara Municipal e enquanto isso realiza debates e
audiências públicas. Fica cada vez distante a possibilidade de votação final
ainda neste ano.

Ambulantes

Deputados estaduais aprovaram projeto que regulamenta o
comércio ambulante na área externa do Estádio Serra Dourada. A proposta, de
autoria de Vinícius Cirqueira (PROS), prevê novos critérios para a atividade.

Como fica?

Pela matéria, a venda de produtos dependerá de prévio
cadastramento e o órgão gestor terá o prazo máximo de 30 dias para emitir o
certificado com validade de dois anos, podendo ser renovado.

Regional

A relatora realiza visita às 14h no Parque Anhanguera para
analisar se a região possui condições para adensamento urbano e a situação dos
chamados “vazios urbanos”.

CURTAS

– Do delegado Waldir, sobre Bolsonaro no PSL: “como se fala
do quintal alheio se o seu quintal está sujo?”

– “Bolsonaro não está algemado no PSL, não. Aqui não tem
ninguém amarrado.”, criticou Waldir.

– Iris Rezende assinou retomada de Cmei no Jardins do
Cerrado 4 e afirmou que 2019 é “o ano das obras”.

Compartilhe: