Coluna

Bolsonaristas articulam chapa para dar palanque ao presidente em Goiás

Publicado por: Venceslau Pimentel | Postado em: 11 de outubro de 2021

Com a fusão do DEM com o PSL, políticos aliados ao presidente Jair Bolsonaro retomam conversações sobre o lançamento de uma chapa majoritária, com candidatos a governador, vice e senador, em Goiás, 2022. Isso porque o União Brasil já definiu que terá candidato a presidente, pela chamada terceira via, longe dos extremos de Bolsonaro e Lula (PT). A fusão gerou uma debandada de peselistas, a exemplo de Major Vitor Hugo, Delegado Humberto Teófilo, Paulo Trabalho e Major Araújo. Há um esforço da deputada federal Magda Mofatto (PL) em formatar uma composição dessa força política com o prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha (sem partido. O Republicanos do deputado João Campos pode entrar na composição, assim como o PSC. 

Imbróglio  

O meio de campo pode embolar ainda mais, caso Bolsonaro se filie ao PP do secretário dos Transportes de São Paulo, Alexandre Baldy, que já fechou aliança com Ronaldo Caiado. As tratativas passam pelo ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira, dirigente nacional da legenda.  

Sinal verde 

Do presidente nacional do Cidadania, Roberto Freire, com quem se reuniu na semana passada, o vice-governador Lincoln Tejota, que preside o partido em Goiás, recebeu aval caso decida se candidatar a cargo eletivo, em 2022. Seja ele qual for. 

No radar 

Repercutiu no meio político em Goiás declaração do ex-presidente Lula, de que pode se encontrar outra vez com Henrique Meirelles, ex-presidente do Banco Central na gestão do petista, e que articula candidatura ao Senado no Estado. 

ICMS 

Após questionamento da prefeita de Edealina, Dolores Cristina Leandro Neves (DEM), o STF vai decidir se o cálculo da cota-parte dos municípios na repartição de receitas tributárias deve considerar o valor efetivamente arrecadado, caso Goiás não tivesse instituído incentivos fiscais. 

Liberação  

Já se encontra na Câmara de Goiânia relatório que o prefeito Rogério Cruz (Republicanos) sobre o remanejamento de emendas ao orçamento de 2021 que inicialmente haviam sido identificadas com impedimento de ordem técnica. Foram todas liberadas. 

Bate-boca 

Em nota oficial, a reitoria da Unifan, diz ver nuances de armação política para expor a imagem do deputado federal Professor Alcides (PP), candidato à reeleição e dono da instituição de ensino. O parlamentar deve deixa o partido na janela partidária, em março de 2022. 

Revisão  

A Secretaria da Economia aponta que o resultado primário orçamentário previsto na LDO de 2022 foi revisto, já que partiu de um cenário de deficitária, mas que se alcançou um superávit de R$ 1,56 bilhões. 

Mais dinheiro 

Com o adicional de 1% ao Fundo de Participação dos Municípios, pela Câmara dos Deputados, os municípios goianos vão ter injetados, em seus cofres públicos R$ 52 milhões em 2022, R$ 54,5 milhões em 2023, R$ 115,3 milhões em 2024, e R$ 244,6 milhões em 2025. 

CURTAS 

– Em parceria com a Associação Goiana de Municípios (FGM) e da Associação Goiana de Municípios (AGM), o Sebrae Goiás promove o 1º Encontro Estadual de Prefeitos, dia 21 de outubro, às 9 horas, sendo transmitido no canal do Youtube da entidade. 

Compartilhe: