Coluna

Caiado entra na mira do presidenciável Sérgio Moro para aliança em 2022

Publicado por: Venceslau Pimentel | Postado em: 30 de dezembro de 2021

A equipe que o ex-juiz e ex-ministro da Justiça Sergio Moro (Podemos) vem montando equipe para trabalhar em sua campanha, em 2022, e está mapeando prováveis aliados no Estados, para que ele tenha palanques regionais nas próximas eleições. Quem faz parte da lista é o governador Ronaldo Caiado (DEM), ex-apoiador de Jair Bolsonaro (PL), em 2018. Como a Aliança Brasil (resultado da fusão do Democratas com o PSL) ainda patina sobre lançar candidatura ao Planalto, Caiado, que deve presidir a nova legenda no Estado, deverá ser procurado por emissários Moro, quando janeiro chegar. As investidas do ex-ministro se estendem a Minas Gerais, com Romeu Zenha (Novo); Paraná, com Ratinho Junho (PSD); e Mato Grosso, com Mauro Mendes (DEM). 

Vai depender  

A aliança entre Sergio Moro e Caiado só corre o risco de não vingar se prosperar a conversação que a presidente nacional do Podemos, Renata Abreu, com o prefeito Gustavo Mendanha. 

Liberação 

Depois de receber um grupo de familiares de pessoas presas em presídios em Goiás, pedindo a retomada de visitas presenciais, o secretário-geral do Conselho Nacional de Justiça, Valter Shuenquener, pediu ao presidente do TJ, Carlos Alberto Franca, para avaliar o assunto. 

Minoria  

Ao comentar sobre a desobediência de não atendimento à orientação de exigência da prescrição para vacinação infantil, Marcelo Queiroga diz ver interferência nas secretarias, porque a maioria dos governadores não são médicos. Não citou Ronaldo Caiado, que é médico, cuja secretaria já avisou que não vai exigir prescrição. 

Flagrante  

Repercutiu entre os vereadores de Senador Canedo a ausência do senador Vanderlan Cardoso (PSD) na agenda de Caiado com o prefeito Fernando Pellozo (PSD), de entrega de benefícios sociais na cidade. 

Por enquanto 

A bancada baiana no Congresso já se mobiliza para destinação de dinheiro para acudir pessoas em situação de risco, no Estado, por conta dos intensos temporais. Os parlamentares de Goiás, por enquanto, não afinaram o discurso para atender às vítimas das chuvas no Estado. 

Duas frentes 

Ao mesmo tempo que critica Jair Bolsonaro, por ignorar a Bahia, tomada pelas chuvas, de férias em Santa Catarina, o deputado Rubens Otoni (PT) não perde vista Sérgio Moro, dois potenciais adversários de Lula. 

Interação  

Mesmo depois de ter se desfiliado do MDB, por atrito com Daniel Vilela, o prefeito de Rio Verde, Paulo do Vale (DEM), continua próximo de lideranças do partido no município, que avalia apoio à pré-candidatura de Heuler Cruvinel, que teve ficha abonada pelo presidente do MDB. 

Demanda  

Em meio à procura por atendimento médico nas unidades de saúde de Goiânia, por conta de pessoas com sintomas gripais, o prefeito Rogério Cruz garante que não vai faltar atendimento, com a ampliação de serviços à população em mais 76 unidades. 

CURTAS 

– Com a confirmação de Jair Bolsonaro, de que participará de partida de futebol de amigos de cantores sertanejos, em Buriti Alegre, dia 5 de janeiro, servidores públicos federais já se mobilizam para protestarem contra a não previsão de aumento salarial da categoria para 2022. 

Compartilhe: