Coluna

Comissão de Saúde da Alego vai ao TCE contra cortes no Ipasgo

Publicado por: Venceslau Pimentel | Postado em: 15 de setembro de 2021

Desde que o Ipasgo deliberou por reduzir em 50% cotas de atendimentos eletivos, para não comprometer a prestação de serviço, vem sofrendo pressão para voltar atrás na decisão, a começar pelas associações, sindicatos e laboratório de Goiás. O assunto virou debate político, na sessão de ontem da Alego, com apelos para que o órgão voltasse atrás em sua decisão. No mesmo momento, a Comissão de Saúde da Casa, por meio de seu presidente, Gustavo Mendanha (PSDB), entrou com medida cautelar, junto ao Tribunal de Contas do Estado para suspender a decisão do Ipasgo, que é presidido por Hélio José Lopes, advogado e filiado ao Democratas de Anápolis. 

Mediador  

Membro da base aliada, o deputado Maycllyn Carreiro (PRTB) se propôs a conversa com o presidente do Ipasgo para que não haja nenhum redução na prestação de serviço do Ipasgo que atende cerca de 600 mil usuários. 

Novas regras 

Por 21 votos a favor, os deputados aprovaram ontem novas regras para o Ipasgo, a partir de um projeto de Karlos Cabral (PDT) que amplia a adesão de titulares do plano de saúde. 

Cartada  

Sem espaço no MDB para reivindicar defesa de seu nome para disputar a reeleição, em 2022, o senador Luiz do Carmo tenta se cacifar para a chapa governista, com o apoio de lideranças municipalistas, com que vai se reunir nesta quarta-feira. Ele aguarda no evento nomes de peso da política. 

Buscando votos 

Atrás de apoio à sua pré-candidatura à presidência da OAB Goiás, Pedro Paulo de Medeiros foi ontem à Câmara de Goiânia e ganhou espaço, na mesa diretora pedir voto e falar de sua proposta de gestão da entidade. 

Em memória 

Em homenagem ao ex-conselheiro e ex-deputado Wander Arantes, o TCM realiza nesta quarta-feira sessão solene em homenagem a ele, que faleceu na semana passada vítima de complicações da Covid-19. 

Repercutiu  

Por ato de injuria racial contra o jogador Celsinho, do Londrina, o narrador Romes Xavier e o comentarista Vinícius Silva, da Rádio Bandeirantes de Goiânia, foram indiciados pela polícia. A decisão mereceu aplausos de deputados da Alego. 

Peso eleitoral 

Por ter baixo peso na contabilidade eleitoral, Goiás não tem chamado muito a atenção dos governadores tucanos, João Doria (SP) e Eduardo Leite (RS), que disputam previas dia 21 de novembro, embora já tenham visitado o Estado. 

Agora vai 

Anda de vento em popa, a conversação entre as executivas do Democratas e do PSL, sobre a fusão entre os dois partidos, tanto que tem reunião marcada para o dia 21 de setembro. 

CURTAS 

– Com audiência pública nesta quarta-feira, para discutir o Código Tributário de Goiânia, a Câmara de Vereadores definiu a votação em plenário no dia 17.  

Compartilhe: