Coluna

Crescem apostas sobre favoritismo de João Campos

Publicado por: Sheyla Sousa | Postado em: 20 de novembro de 2018

Por falta de alinhamento com o
presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), tudo indica que o deputado Rodrigo Maia
(DEM-RJ) não terá o apoio do Palácio do Planalto para disputar a reeleição.
Quem tem ganhado espaço é o deputado goiano João Campos (PRB), que ganhou força
com a sua reeleição, sendo o quinto mais votado na eleição de 7 de outubro.
Como ex-presidente da bancada evangélica, Campos teve atuação conjunto com
Bolsonaro, na defesa de tema como o polêmico kit gay, ventilado na gestão do
ex-ministro da Educação, Fernando Haddad (PT), nas que acabou vetado por Dilma
Rousseff. Pastor evangélico e delegado de polícia, o parlamentar goiano
encampou campanha contra o material. O assunto voltou à tona no discurso do
presidente eleito, durante a campanha eleitoral, no debate com o então
presidenciável petista.

Apoio

Para além do campo evangélico, João
Campos também é visto com bons olhos pela bancada da segurança, mais conhecida
como bancada da bala, sempre expressiva na Câmara.

Porta-voz

Se Jair Bolsonaro tem dito que não
entrará no processo sucessório na Câmara, e já orientou o seu partido, o PSL, a
não lançar candidato, o seu filho, o deputado federal Eduardo Bolsonaro pode
apoiar João Campos.

Caiado pede orações a Dom Washington

Em café da manhã, com o arcebispo de
Goiânia, Dom Washington Cruz, o governador eleito Ronaldo Caiado conversou
sobre a luta dos dois na defesa social e das prerrogativas da Igreja Católica.
“Falamos sobre o momento que a política vive, com a visão de que precisamos
atuar para ajudar o país a sair dessas crises sucessivas, tanto de gestão
quanto de corrupção”, destacou o democrata. Antes do término da visita, pediu
orientação, auxílio e orações para o desafio de governar Goiás, a partir de janeiro
de 2019, por reafirmar a gravidade da situação fiscal do Estado. De quebra,
ouviu do sacerdote um pedido de socorro para a Santa Casa de Goiânia. Caiado
empreende viagem à Europa, onde participa de evento voltado para gestão fiscal.
Só volta no início de dezembro.

CURTAS

– Está na pauta de hoje da Assembleia Legislativa projeto que prevê divulgação de lista de condenados, em Goiás, na internet, por crimes de violência contra a mulher.

– Dia 22, às 19h30, no Programa Papo Aberto da Band tem debate com os candidatos à presidência da OAB-GO.

– Gestores municipais de saúde e de educação, em busca de recursos, têm até o dia 15 de fevereiro, de 2019, para apontar escolas que vão participar do novo ciclo do Saúde na Escola. 

Contra reforma

Tem deputado goiano na frente
parlamentar contra a reforma da Previdência. O petista Rubens Otoni é um deles.
Amanhã, o grupo entrega documento à Mesa Diretora da Câmara Federal.

Precoce

Quem defende mudança
na Previdência, argumenta que há injustiça no sistema, porque o trabalhador
assalariado banc a aposentadoria precoce do mais ricos.

Tertius

O nome do vereador tucano Anselmo
Pereira não está colocado na disputa pela presidência da Câmara de Goiânia, mas
ele é visto pelos colegas como um nome de consenso para evitar rachas.

Sem doping

Relatora do projeto que obrigada
advertência dirigida a atletas em bulas de medicamentos, a deputada federal
Flávia Morais (PDT) comemorou a aprovação da matéria, por evitar doping. 

Pleitos

Primeiro suplente
do senador eleito Vanderlan Cardoso (PP), o deputado federal Pedro Chaves (MDB)
continua o trabalho em busca de recursos para Goiás. O último contato dele foi
com o ministro da Saúde, Gilberto Occhi, a quem apresentou pleitos.

Em vigor

Enquanto a
Assembleia Legislativa discute a aplicação das emendas impositivas, na Câmara,
o assunto já é ponto pacífico. O vereador Clécio Alves (MDB) é o relator da lei
orçamentária da prefeitura de Goiânia.

Périplo

Representantes da
AGM e da
 FMG pediram à Secretaria da
Fazenda e a de Meio Ambiente mais prazo para responder o direito do
contraditório e ampla defesa ao ICMS Ecológico.

Ajustes

Com a
justificativa de atualizar os programas e ações de acordo com o processo de
execução, o prefeito Iris Rezende encaminho à Câmara de Goiânia projeto
alterando o Plano Plurianual 2018/2021.

Compartilhe: