Segunda-feira, 22 de julho de 2024

Coluna

Decreto legislativo pode revogar isolamento intermitente, em Goiânia

Publicado por: Sheyla Sousa | Postado em: 08 de julho de 2020

A Câmara de Goiânia deu início à tramitação de decreto
legislativo, proposto pelo histórico aliado de Iris Rezende (MDB), vereador
Paulinho Graus (PDT), que pretende revogar a adesão de Goiânia ao isolamento
intermitente de 14 dias de fechamento por outros 14 de abertura das atividades
econômicas. Agora pré-candidato à prefeitura, o vereador aponta que, apesar do decreto
municipal baixado por Iris, a falta de fiscalização resulta em descumprimento,
com empresas trabalhando normalmente. “Não adianta o prefeito proibir os
comerciantes, sendo que o comércio continua aberto clandestinamente e os ônibus
continuam lotados, transmitindo o vírus”, justificou o pedetista. A ideia do
vereador é sustar o decreto do prefeito por falta de êxito nas medidas
previstas. Ele aponta que são necessárias ações efetivas do Paço para
conscientização sobre o distanciamento social.

Proposta

Paulinho Graus ainda aponta que o Paço poderia elaborar
esquema de rodízio para o funcionamento de atividades, mas “que seja bem
elaborado sem onerar só uma parte da população”, defende o vereador.

Continua após a publicidade

Enquanto isso…

O prefeito admitiu
ontem considerar proposta alternativa ao isolamento intermitente proposto pela
UFG e acatado pelo governador Ronaldo Caiado (DEM).

Ao debate

“Já tenho uma
proposta. Não vou publicar agora porque eu vou levar a apreciação do governador.
É um projeto para reduzir porque o prejuízo é grande para todo mundo. Quantas
mil pessoas estão desempregadas com o fechamento?”

Apure

O deputado estadual Delegado Eduardo Prado (DC) requereu ao
procurador-chefe do MPF em Goiás, Ailton Benedito, “especial empenho” na
investigação sobre recursos federais enviados e aplicados pela Prefeitura de
Goiânia.

Empenho parcial

O Portal da Transparência da prefeitura apresenta que R$
26,9 milhões do total de R$ 73,6 milhões foi utilizado em ações de enfrentamento
à pandemia da Covid-19.

Providências

Depois de ouvir críticas de Caiado sobre a falta de ações
locais para aumentar o número de leitos dedicados à pandemia, o prefeito de
Trindade, Jânio Darrot (PSDB), anunciou implantação de Hospital de Campanha.

Estrutura

O HCamp Cristina, Unidade Região Leste, começa a funcionar
em até 10 dias com internações. São 20 leitos em enfermarias e espaços
individuais tipo isolamento, com suporte de oxigênio e também dois
respiradores. 

Gestão tucana

O Ministério Público de Goiás ajuizou ação civil pública por
ato de improbidade administrativa e ressarcimento ao erário contra quatro
ex-presidentes e dois ex-diretores de Engenharia e de Produção da Saneago.

CURTAS

– A ação aponta que eles agiram com negligência e falta de
zelo na manutenção das obras de esgoto em Anápolis.

– O MP pede bloqueio de R$ 1,4 milhão de Jalles Fontoura,
José Carlos Siqueira, José Taveira Rocha e outros três envolvidos.

– Nova Roma é o último município goiano que não tem casos confirmados
e sequer suspeitos de Covid-19.