Coluna

Delegado Waldir cada vez mais longe da vaga ao Senado

Publicado por: Venceslau Pimentel | Postado em: 06 de dezembro de 2021

A pretensão do deputado federal Delegado Waldir Soares, presidente do PSL em Goiás, de disputar cadeira no Senado na chapa governista, está cada vez mais distante de se concretizar. É o que afirma, sob reserva, um deputado caiadista, que avalia que apenas Henrique Meirelles (PSD) e Alexandre Baldy (PP) têm chance. A perda de musculatura política do parlamentar, campeão de votos nas duas últimas eleições para a Câmara dos Deputados, tende a crescer, à medida em que ele perde o comando do PSL no Estado, com a fusão do partido com o Democratas, sustenta o caiadista. “O deputado vai ter que se contentar em disputar a reeleição, ou então se desfiliar do União Brasil para compor outra chapa majoritária onde possa disputar o Senado.  Uma das opções seria uma eventual chapa encabeçada por Gustavo Mendanha. 

No comando 

Há um acordo prévio selado pelo futuro presidente do União Brasil, Luciano Bivar, de que o partido será comando, em Goiás, pelo governador Ronaldo Caiado. 

Prévias  

Diante da sugestão do presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, de realização de prévias com partidos da terceira via, para tentar consenso em torno de um só nome, os tucanos podem ficar sem candidato. Se a proposta vigar, o tucanato vai ter de apoiar Sérgio Moro (Podemos), que vem crescendo nas pesquisas. 

Divisão  

Dez por cento dos recursos de emendas individuais dos deputados poderão ser destinados a abastecer o Terceiro Setor, como propõe Thiago Albernaz (SD) por meio de emenda constitucional. A contagem regressiva para sua tramitação já está valendo. 

Punição  

O projeto do governo que reformula e disciplina a Rede Metropolitana de Transporte Coletivo, em tramitação na Alego, impede o Executivo de realizar transferências voluntárias aos municípios da RMTC que venham a descumprir qualquer obrigação de aporte de recursos financeiros. 

Dois pesos 

Enquanto o Tribunal de Justiça concede aposentadoria ao juiz Levine Artiaga, por suposto favorecimento de ações fraudulentas, a mesma Justiça puniu os advogados suspeitos de participação no esquema. A OAB entrou na jogada. 

Censura  

Com previsão de decidir sobre o pedido de prisão do padre Robson nos próximos dias, o Superior Tribunal de Justiça vai ter de apreciar também pedido da defesa do religioso para proibir áudio em que ele se coloca como chefe da quadrilha. 

Mira dupla 

Antes de o ex-juiz Sérgio Moro (Podemos) entrar no jogo da sucessão, o deputado federal Rubens Otoni (PT), em suas críticas, mirava o presidente Jair Bolsonaro (PL). Agora, o parlamentar se divide em duas frentes contra os adversários de Lula. 

Nova onda 

Assim como fez o governador João Doria (PSDB), o deputado federal e presidente do Podemos, José Nelto, quer que Ronaldo Caiado também reduza o intervalo da dose de reforço contra Covid-19 para quatro meses.  

CURTAS 

– O deputado Henrique Arantes (MDB) pediu licença para viajar ao Japão, representando a Alego, na segunda quinzena de janeiro de 2022, para a 12° Conferência Internacional on Future Environrnent and Energy. 

Compartilhe: