Coluna

Democratas sai na frente e tem hegemonia nas urnas em Goiás

Publicado por: Sheyla Sousa | Postado em: 17 de novembro de 2020

Venceslau Pimentel 

Na soma dos
votos nas urnas, o governador Ronaldo Caiado avalia que se saiu bem, tanto na
esfera do Democratas, como também na contagem dos aliados que se deram bem nas
eleições municipais. O partido saiu na frente, desbancando o MDB e o PSDB,
elegendo 62 prefeitos em todo o Estado, contra 30 do PP e 29 do MDB. Ele
destaca, dentre outras cidades, Luziânia, Hidrolândia, Formosa, Turvânia, Rio
Verde, Itumbiara e o aliado Adib Elias, em Catalão. “Ninguém governa sozinho”,
observa, citando vitórias em Porangatu, Itumbiara, Jaraguá, Goianésia, Catalão,
Formosa, Luziânia, Valparaíso e Rio Verde. E fez ainda a maior bancada de
vereadores (374). 

Porém

No entanto, o
governo se ressente da derrota para o MDB em Aparecida de Goiânia, segundo
maior colégio eleitoral do Estado, que pode se repetir na capital com Maguito
Vilela. 

Terceira
via 

Nem
Márcio Passos, apoiado por Ronaldo Caiado, nem Bailon Nunes (PP), que teve como
vice Dr. Eltin (PSDB), pai do ex-governador tucano Zé Eliton. Os dois
adversários foram desbancados por Dr. Helder Bonfim (Solidariedade), que não
aparecia entre os favoritos para vencer a disputa em Posse. 

Por
fora 

No
embate entre o presidente do diretório estadual do PL, Flávio Canedo
(apadrinhado pela deputada federal Magda Mofatto), e o ex-prefeito Zé Araújo
(PDT), quem se saiu vitorioso foi Kleber Marra KGM, do Republicanos, que vai
comandar Caldas Novas a partir de janeiro de 2021. 

Na
web 

O
Google Trends, que mede a popularidade das buscas na internet, o nome do
candidato Maguito Vilela foi buscado por moradores de 45 cidades goianas nos
últimos sete dias. Se deu, também, por motivo de saúde dele. A palavra-chave
com o nome do prefeitável aumentou 3.000%. 

Na
web 2 

A
busca pelo nome de Vanderlan Cardoso (PSD), que registrou menos votos que o
emedebista no primeiro turno, em Goiânia cresceu 1.500%, no mesmo
período. 

Inferno
astral 

Nem bem
retornou à prefeitura de Luziânia, Cristóvão Tormin (PSD) já é alvo novamente
do Ministério Público, que pediu o seu afastamento do cargo, por
constrangimento sexual contra uma servidora. 


fora 

O
percentual de abstenção em Goiânia (30,72%) dá a exata dimensão da desmotivação
do eleitor e o desencanto com a política, avaliam cientistas políticos. Quase
300 mil goianienses não foram às urnas no domingo. 

Edil 

Último a
preencher uma das 35 cadeiras na Câmara de Goiânia, Leo José (PTB) é sobrinho
do ex-deputado e ex-presidente do partido em Goiás, Jovair Arantes. Ele foi
alvo da operação Registro Espúrio da Polícia Federal. 

CURTAS 

– Eleito deputado federal em 2018, o ex-governador Alcides Rodrigues
(Patriota) conseguiu reeleger o seu filho, João Alberto prefeito de Santa
Helena. 

– Quem tem
débito com a prefeitura de Goiânia já pode agendar a sua a serviço Atende
Fácil, para participar da Semana Nacional de Conciliação, de 30 de novembro a 4
de dezembro.


Compartilhe: