Coluna

Enel Goiás prestará contas sobre serviço em Brasília

Publicado por: Sheyla Sousa | Postado em: 21 de setembro de 2019

Depois de apresentar balanço dos primeiros 15 dias de
trabalhos à Secretaria de Desenvolvimento e Inovação na última semana, a
distribuidora de energia Enel Goiás prestará contas em Brasília na próxima
sexta-feira (27), às 15h. A reunião tratará do acordo assinado com o governo
estadual, Ministério de Minas e Energia, Agência Nacional de Energia Elétrica
(Aneel) e AGR no fim de agosto. O secretário Adriano da Rocha Lima contou à
Xadrez que a primeira reunião serviu para mostrar resultados positivos, ainda
com dados iniciais. “No geral, a empresa apontou o cumprimento do que foi
definido no acordo e está caminhando dentro do que foi prometido, mas ainda
está dentro do prazo para as primeiras adequações. A reunião em Brasília na
próxima semana será mais densa, até porque a Aneel tem realizado a fiscalização
de campo em Goiás e deverá confrontar a Enel”, antecipa Adriano.

CPI da Enel

Esvaziada, a CPI da Enel na Assembleia Legislativa encaminha
apresentação de relatório final no próximo mês. Antes, porém, haverá nova
oitiva com o presidente da empresa em Goiás, José Luiz Salas.

Devagar

Até agora nada do prometido depoimento de Marconi Perillo. Deputados
que defendiam a convocação, agora nem tratam do ex-governador nas reuniões da
CPI.

Vida que segue

O presidente, Henrique Arantes, é contra a convocação do
tucano. “Temos aceno da Enel por investimentos e, com isso, não há necessidade
de voltarmos para o questionamento político”, alega.

 

 

Tranquilidade

O líder do governo na Alego, Bruno Peixoto (MDB), não se preocupa
com possível votação do projeto que cancela instalação de pedágios em rodovias
estaduais. Considera que, se for aprovado, o governador ainda poderá vetar.

Transporte coletivo

Apesar do prazo curto para aprovação até o fim do mês para
valer em 2020, o líder diz que o projeto de desoneração da tarifa de ônibus
pelo aumento do licenciamento ainda não está entre as suas prioridades.

Do Palácio

A base na Casa ainda não foi buscada pelo governador para
convencimento sobre a matéria, que não é bem recebida por tratar de aumento de taxa.
Deputados querem outras saídas que não comprometam o bolso do cidadão.

Queda precoce

Antes de mesmo de assumir a presidência regional do PTB,
Eduardo Macedo foi retirado do posto e Lineu Olímpio, que é mais próximo de
Ronaldo Caiado, foi escolhido para assumir o partido retirado de Jovair
Arantes.

Pegou mal

O governo considerou rápida a reação administrativa e
política diante do esquema de contratação por Macedo na Goiás Parcerias de
advogado de Taquaral por R$ 402 mil.

CURTAS

– Alívio marcou as reações de empresários goianos depois da
apresentação de nova proposta para os incentivos fiscais.

– As empresas poderão manter as condições atuais ou aderir
ao novo sistema. Ponto para Cristiane Schmidt.

– Neste domingo (22) comemora-se o Dia do
Contador, homenagem ao profissional que estuda as atividades financeiras. 

Compartilhe: