Segunda-feira, 22 de julho de 2024

Coluna

Ex-secretários marconistas perdem ação de indenização

Publicado por: Sheyla Sousa | Postado em: 20 de março de 2020

O juiz Pedro Silva Corrêa negou ação movida em 2012 por
marconistas contra os diretórios do PT e do então PMDB, em decisão proferida na
terça-feira (17). Todos os então secretários do ex-governador Marconi Perillo
(PSDB) entraram com pedido de indenização por conta de nota pública assinada
pelos partidos sobre a relação entre a administração e o contraventor Carlinhos
Cachoeira. A nota foi publicada depois da deflagração da Operação Monte Carlo,
pela Polícia Federal, e apontava ingerência do bicheiro no governo, com
indicações no primeiro escalão. Assinaram 33 nomes, entre eles Jayme Rincón,
José Luiz Bittencourt, João Furtado Neto, Giuseppe Vecci, Henrique Arantes, Daniel
Goulart, José Taveira Rocha, Sérgio Cardoso e Thiago Peixoto. O juiz concluiu
que não houve “constrangimento moral”, nem “conduta ilícita” pelos partidos.
São “críticas políticas, sem maiores repercussões”, decidiu.

Pesquisa

O governo estadual lançará edital para que pesquisadores daqui
possam desenvolver estudos “que identifiquem novos agentes terapêuticos e
sistemas diagnósticos” relacionados à infecção pelo coronavírus.

Continua após a publicidade

Memória

A PEC do orçamento impositivo, em maio de 2019, flexibilizou
vinculações constitucionais do Estado em 1,25% da receita para fomento à
pesquisa (0,5%), ciência e tecnologia (0,5%) e pesquisa agropecuária (0,25%).

Preposição

Jabuti na matéria incluiu a palavra “até” e índices mínimos
se tornaram máximos. O novo edital prevê até R$ 250 mil por projeto, pela
Fapeg. Inscrições até dia 31.

Obrigação

O Ministério Público Estadual expediu duas recomendações
para garantir atendimento em saúde e evitar aumento de preço de coisas como
luva, máscara, álcool, em tempos de pandemia de coronavírus.

Debates

MP e Procon-GO inclusive realizam às 9h30 reunião com empresas
e entidades do setor produtivo sobre racionalização da venda de produtos, sem
aumento abusivo de presos, e manutenção do abastecimento em Goiás.

Reclamações

A Enel Goiás suspende atividades nas lojas de atendimento a
partir de hoje e mantém canais virtuais, como a agência virtual no site, aplicativo,
redes sociais, central de atendimento (0800 62 01 96) e whtasapp (21)
99601-9608.

Reação

Depois de protesto de funcionários de operadora, que
fecharam por alguns minutos a BR-153, o deputado Eduardo Prado enviou ofício
para que o governador Ronaldo Caiado emita decreto sobre a situação dos
trabalhadores de call Center.

Cumpra-se

Depois de parte das lojas não atenderem determinação de
fechamento, o governo publica hoje novo decreto, com regras mais rígidas para
comércio e indústria.

CURTAS

– O governo planeja ampliar programas sociais para população
de baixa renda e trabalhadores autônomos em Goiás.

– As ações buscam aliviar os efeitos econômicos diante as
medidas restritivas para conter o avanço do novo coronavírus.

– As medidas incluem parcerias e terão distribuição de
cestas básicas e vouchers para a compra de botijões de gás.