Coluna

Fisco e auxílio emergencial favoreceram arrecadação, diz Cristiane Schmidt

Publicado por: Venceslau Pimentel | Postado em: 10 de março de 2021

Venceslau Pimentel

Em janeiro, a arrecadação do estado cresceu 9,2% em relação a dezembro
de 2020, chegando a R$ 2.62 bilhões. À coluna, a secretária da Economia,
Cristiane Schmidt, aponta uma explicação, a de que o auxílio emergencial
manteve o poder de consumo de uma população que teria dificuldade de consumir
durante esse período. Com isso, o ICMS recolhido foi garantido. “Também estamos
investindo em TI e disponibilizamos desde o final do ano passado, totalmente
digital, o protocolo da declaração do ITCD, que foi um dos impostos que mais
aumentaram a arrecadação”. 

Sonegação

A secretária faz questão de destacar o trabalho do Fisco, para o
crescimento da receita, pela atuação no combate à sonegação. Só em ICMS, a
arrecadação de janeiro atingiu R$ 1,84 bilhão, o que representa 70% do
total. 

Previsão

Para 2021, a receita orçada é de R$ 30,74 bilhões, lembrando que há uma
projeção de déficit orçamentário que pode chegar a R$ 30,57 bilhões, mas que
pode ser revisado. Para mais ou para menos.

Jogos de azar 

Ao mesmo tempo em que o STF se debruça sobre a exploração de jogos de
azar pela iniciativa privada no Brasil, a Alego já tem um projeto já relatado,
pronto para ir a plenário, que disciplina a atividade, sob a tutela do governo
estadual. A matéria está sob pedido de vista do deputado Bruno Peixoto (MDB). 

Código Penal

Diante da apresentação de 360 propostas, o deputado federal João Campos
(Republicanos) decidiu que vai apresentar substitutivo ao projeto que altera o
Código de Processo Penal. Já foram anexadas ao texto 16 novas propostas. 

Reforço na pandemia

Mais um reforço para garantir serviços de saúde em Goiânia, em meio à
pandemia, vem com a inauguração da unidade de saúde familiar, inaugurada ontem
por Rogério Cruz. 

Relatório final 

Relator do habeas corpus impetrado pela defesa do padre Robson de
Oliveira, cuja ação penal se encontra trancada no Tribunal de Justiça de Goiás,
participou ontem de seu último julgamento na 6ª do STJ. O processo chegou à sua
mesa no último dia 4, para dar o parecer final. 

500 mil
cestas

O governador
Ronaldo Caiado confirmou para esta quinta-feira o encaminhamento de 28 milhões
para os municípios com o objetivo de adquirir mais de 500 mil cestas, repetindo
a estratégia no auge da primeira onda da pandemia

Sem efeito

Em ação demagógica, Gustavo Mendanha doa um salário para comprar 220 cestas
básicas para atender população carente de Aparecida de Goiânia após prometer
criação de um banco de alimentos.

CURTAS 

Agora só falta marcar a data da entrega do título de cidadania goiana
ao deputado federal João Campos (Republicanos), que nasceu em Peixe, cidade
tocantinense. Lei foi sancionada pelo governador Ronaldo Caiado.

Compartilhe: