Coluna

Governador mantém liderança depois de ameaças internas

Publicado por: Sheyla Sousa | Postado em: 31 de julho de 2019

A indisponibilidade de cargos para indicação de deputados no
governo de Ronaldo Caiado (DEM), que tem priorizado atendimentos pessoais e
menos políticos, tem fortalecido o grupo do presidente da Assembleia
Legislativa, Lissauer Vieira (PSB). Isso porque o deputado de Rio Verde comanda
com mão de ferro os tantos postos na própria Casa, onde os parlamentares têm
percebido, na prática, o cumprimento de compromissos de campanha. Em meio a
isso, o recesso foi marcado por articulação intensa do grupo ligado a Lissauer
para a queda de Bruno Peixoto (MDB) da liderança do governo, com o nome de
Karlos Cabral (PDT) à espreita. O governador, no entanto, preferiu não ceder ao
grupo da Alego e manteve Bruno no posto. Também não reforçou o confronto direto,
como faria se confirmasse a cogitada indicação do ainda mais caiadista Álvaro
Guimarães (DEM).

Auxílio externo

Bruno Peixoto alega que a possível saída poderia ocorrer por
conta de “questões pessoais” dele e que, durante o recesso, recebeu o pedido de
colegas para que ele permanecesse. E mais: que o ajudariam na função.

Digo que fico!

Segundo o ainda líder, o governo considera que o trabalho
tem sido realizado a contento e que agora seria diferente. “Não será um líder.
Todos me ajudariam e os líderes de bancada definem nossa permanência”.

Missão

Com as já rejeitadas pautas do RRF em vista, o Palácio das
Esmeraldas buscará maior proximidade com a Alego, até para fazer frente à força
paralela do grupo de Lissauer Vieira.

Vai demorar

Poucos são os vereadores de Goiânia que acompanharam a
elaboração do projeto de revisão do Plano Diretor e menos ainda aproveitaram o
envio da matéria no recesso para ler algumas das mais de 2 mil páginas do
texto.

Consequência

Sendo assim, a tendência considera entre os próprios
parlamentares é de que a avaliação nas comissões deverá ser enrolada, como foi
a tramitação do Código Tributário. Articulação do Paço à nova prova.

Atletismo

Lissauer Vieira convidou o prefeito Iris Rezende (MDB) para
participar da 1ª Corrida de Rua da Alego, no dia 1º de setembro. A ação faz
parte do projeto Viver Bem, do Poder Legislativo, que incentivar a saúde.

Bastidor

Com a presença de Iris, a corrida passa a ser evento
político. Na gestão anterior do prefeito, teve deputado do MDB que saiu nas
fotos da largada e da chegada, mas pegou carro ao longo do trajeto de 5km.

De novo!

Jair Bolsonaro volta a Goiás para assinar contrato com a empresa
Rumo Logística para concessão da Ferrovia Norte-Sul, em Anápolis. Solenidade no
Porto Seco Centro-Oeste, às 9h.

CURTAS

– A conjuntura política no Brasil é “conflituosa” que “gera
insegurança”, segundo o ministro do STF Marco Aurélio Mello.

– A Nasa enviou para a Estação Espacial Internacional um
filtro de água baseado na moringa.

– O projeto brasileiro foi criado por quatro
estudantes do Instituto Federal de Santa Catarina. 

Compartilhe: