Coluna

Iris diz que ex-governador ‘prostituiu’ sistema de transporte

Publicado por: Venceslau Pimentel | Postado em: 19 de dezembro de 2020

Venceslau Pimentel 

Em
encontro com jornalistas, ontem de manhã, no Paço Municipal, para fazer um
balanço dos quatro anos de sua gestão, o prefeito Iris Rezende (MDB) foi
enfático em afirmar que os problemas do transporte coletivo devem entrar na
conta de Marconi Perillo (PSDB), mas sem citar o nome do ex-governador tucano.
Relatou que o então gestor convocou os prefeitos da Região Metropolitana de
Goiânia para conquistá-los politicamente, com o intuito de esmagá-lo por ser
seu adversário, criando o sistema de transporte. “Fiquei com os ônibus e enfiei
a viola no saco. Eu iria ficar brigando com o governador que também começava!
Isso que está aí se deve a ele, que prostituiu o sistema de transporte de
Goiânia, com o interesse de me esmagar”, afirmou durante entrevista coletiva. 

Acordo 

A comissão
de transição do prefeito eleito Maguito Vilela acertou com o prefeito Iris
Rezende a criação do programa IPTU Social, cujo projeto será enviado à Câmara
de Goiânia, em cumprimento a um compromisso de campanha. Vai beneficiar 51 mil
famílias de baixa renda. 

Quem te
viu 

Adversários
ferrenhos nas eleições presidências de 2018, o PT do deputado federal Rubens
Otoni e o PSL que elegeu Jair Bolsonaro estarão lado a lado na tentativa de
eleger o nome indicado por Rodrigo Maia (DEM) à sua sucessão na Câmara Federal.
Tudo vale para derrotar o candidato do Palácio do Planalto. 

Cravado 

A conta no
Twitter do prefeito eleito Maguito Vilela estampa foto do diploma expedido pelo
TRE, convalidando a sua vitória na eleição em Goiânia. O emedebista segue em
tratamento contra a Covid-19, em São Paulo. 

Contraponto 

A
assessoria do presidente do PP em Goiás, Alexandre Baldy, esclarece que, a
respeito de nota da coluna Xadrez, os supostos crimes pelos quais ele foi
denunciado serão tipificados de acordo com a Lei Eleitoral. Ou seja, afirma que
Baldy não vai responder pelos crimes denunciados pelo Ministério Público
Federal. 

Decisão 

Está nas
mãos do governador sancionar ou não lei aprovada pela Alego que veda a
vacinação obrigatória sem consentimento do cidadão. O alvo, no caso, é o
imunizante contra a Covid-19. 

Denunciado

Mais um
prefeito eleito na mira do Ministério Público. Está em andamento ação contra
Lucas de Carvalho (Podemos), de Águas Lindas, por compra de votos durante a
eleição. O vice, Jorge Amaro (Republicanos), também foi arrolado na
ação.

Agenda
dupla 

O
governador Ronaldo Caiado acompanha o prefeito Iris Rezende no ato de
inauguração, hoje, da ponte da Avenida dos Alpes, que liga a Vila Alpes à
Avenida C-107, no Jardim América. 


avisado

Com dois
meses de antecedências, o Ministério Público já recomendou aos organizadores do
show da dupla Zé Neto e Cristiano o cancelamento do evento, marcado para
fevereiro de 2021, no Parque de Exposição de Catalão. 

CURTAS

– Decreto do Executivo altera o estatuto
da Universidade Estadual de Goiás (UEG), para fixar eleições de quatro em
quatro anos, com data do pleito e posse a serem definidas pelo
governador. 

– Foi
estabelecido ponto facultativo no Estado nos dias 24 e 31 de dezembro. Mas não
se aplica a órgãos que desenvolvem atividades essenciais, como saúde e
policiamento. 

 

Compartilhe: