Coluna

Jefferson Rodrigues: Pastor, deputado e agora ‘repórter’ da Record TV

Publicado por: Yago Sales | Postado em: 07 de janeiro de 2022

Em ano de eleição, o deputado Jefferson Rodrigues (Republicanos) – do partido do prefeito Rogério Cruz – estreou, no dia 5, como ‘repórter’ do Balanço Geral, da Record TV, no quadro Patrulha do Consumidor. A intenção é repetir o mesmo oportunismo do colega de partido, Celso Russomanno, deputado federal por São Paulo: reverter a popularidade em votos. Rodriguez é um deputado restrito aos púlpitos da Universal, dona do partido do qual faz parte. Pastor da congregação, Rodrigues recebeu uma “benção”, ajoelhado, ao lado da primeira-dama Thelma Cruz, no dia 19 de dezembro, do Bispo Álvaro Lima – o representante de Edir Macedo em Goiás. 

“Batalha”

Na postagem em que o Bispo ‘abençoa’ o novo quadro da Record TV, o deputado escreve: “Hoje eu e a primeira-dama Thelma Cruz recebemos uma grande missão para o ano de 2022: Continuar servindo a quem tanto necessita!” Não dá para deixar de desconfiar: a esposa de Rogério Cruz, antes notoriamente tímida, é uma potencial aposta do Republicanos a um cargo eletivo em outubro. 

Davi e Golias

“Patrulha do Consumidor” foi lançado na semana em que o programa Goiás Agora, apresentado pelo jornalista Messias da Gente, na PUC TV, completou um ano. Desde a primeira edição do telejornal, o advogado e vereador de Trindade, Edson Cândido (PDT), grava o quadro “Fiscal do Povo”, que denuncia desrespeito com os direitos do consumidor. Não faltaram memes acusando a emissora da igreja evangélica de copiar a da igreja católica. 

Esperteza 

Edson Cândido, inclusive, causou dor de cabeça ao prefeito de Trindade, Mardem Júnior (Progressistas) ao divulgar que a prefeitura havia firmado contrato de aluguel com o vereador Nélio Fortunato (MDB) de uma residência no valor de R$12 mil mensais – R$144 mil por ano – para abrigar o Procon Municipal. 

Desistir?

O professor Arquidones Bites Leão Leite publicou no Facebook fotografia ao lado de Lula na Marcha dos 100 mil, em 1999. Filiado ao PT, foi preso pela PM ano passado em Trindade por usar faixa chamando Bolsonaro de genocida no capô do carro. Lá em 2018, candidatou-se à Câmara Federal, mas obteve apenas 3.038 votos. Ele vai tentar o cargo outra vez este ano. 

Pivô

Passou despercebida a morte do policial civil Elivaldo Monteiro de Araújo. Até 2019 ele era lotado na Delegacia Especializada em Investigação Criminal (Deic). Segundo investigações, foi ele quem extorquiu o padre Robson e, para não divulgar imagens “secretas”, recebeu pelo menos R$ 50 mil do religioso. 

Estresse 

O homem que desencadeou todos os transtornos na vida do padre mais famoso de Goiás morreu na manhã do dia 18 de dezembro de 2021 em consequência de uma psoríase, doença causada por estresse. A União Goiana dos Policiais Civis (UGOPOC) confirmou o falecimento. 

Surto

O Procon Goiânia chegou à quantia de 20 servidores contaminados com Covid-19.  

Compartilhe: