Coluna

José Nelto defende critérios de apoio da base Caiadista nas eleições municipais

Publicado por: Sheyla Sousa | Postado em: 01 de agosto de 2020

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM) vai se reunir às
9 horas deste sábado (1º) com líderes dos partidos da base de apoio. A coluna havia
adiantado na última semana, que Caiado aos poucos terá ações políticas que
começariam em Goiânia e se estenderiam para o interior do estado. Nesta semana
foi definida comissão provisória no DEM da capital. A intenção da reunião é de
discutir estratégias para as eleições municipais. Para o deputado federal José
Nelto que preside o Podemos em Goiás, é preciso diferenciar “a base real da
base oportunista”. O parlamentar avalia que há partidos que são aliados de
primeira hora, mas há aqueles que agem pela conveniência. “É preciso separar o
joio do trigo”, diz Nelto. O dirigente relata que os critérios de apoio devem
ser diferenciados. O deputado ressalta que para um sucesso em 2022, passa por
um bom resultado em 2020.

Podemos

Em relação ao Podemos, José Nelto avalia que onde o DEM tem
mais força, “o melhor é fazer composição” e nos locais que o Podemos estiver
mais consolidado, gostaria do apoio do governador e de toda a base.

Alinhamento

Caiado conta com 13 partidos na base: DEM, PMN, PMB, PPL,
PRP, PROS, PRTB, PSC, PTC, PDT, PSB, Cidadania e Podemos. Outro dirigente disse
a coluna que precisa haver convergência, pois há locais que há três candidatos
e a oposição está mais forte.

Câmara

Na Câmara Municipal de Goiânia, 29 vereadores devem disputar
reeleição e tentar manter vaga no legislativo da capital.

Fora do processo

Devem ficar de fora os três vereadores que são
pré-candidatos a prefeito, Dra Cristina (PL), Felizberto Tavares (Podemos) e
Paulinho Graus (PDT). Não devem disputar reeleição: Milton Mercêz (Patriota) e
Rogério Cruz (Republicanos). Ainda avalia: Paulo Magalhães (DEM).

Mais um

O Democracia Cristã (DC) conta com um segundo pré-candidato
a prefeito. Além do deputado estadual Eduardo Prado, outro nome que está na
disputa é do empresário Gustavo Gayer.

Polêmica

Gayer se envolveu em um polêmica ao gravar vídeo criticando
protesto de enfermeiros no Distrito Federal. O fato ocorreu no dia 1º de maio.
A época ele negou que tenha ofendido ou agredido os profissionais de saúde.

17

Com mais um pré-candidato no DC, já são pelo menos 17
pré-candidatos a prefeito de Goiânia, mas ao final o número deve cair, com as
articulações. De toda forma, deve ser o pleito com a maior quantidade de
candidatos.

Transparência

O governo estadual e a prefeitura da capital ocupam a 4ª
posição nos rankings de transparência de estados e capitais nos gastos com a
Covid-19. O levantamento é feito pela ONG Transparência Internacional.

CURTAS

– Foi indeferido pedido do deputado estadual Humberto
Teófilo (PSL) para suspender a nomeação de Sílvio Fernandes Filho em cargo na
Codego.

– O Ministério Público recebeu ofício da Câmara de Municipal
de Goiânia informando o atendimento das quatro orientações feitas pelo órgão.

– As audiências públicas foram remarcadas para os dias 17,
18, 19, 20 e 21 de agosto, no plenário da Câmara, com participação presencial e
virtual.

 

Compartilhe: