Coluna

Logística de vacinação terá atenção da Secretaria de Saúde de Goiânia

Publicado por: Venceslau Pimentel | Postado em: 05 de janeiro de 2021

Venceslau Pimentel 

Médico intensivista, o secretário de
Saúde de Goiânia, Durval Ferreira Pedroso, tem pela frente a continuidade ao
trabalho da pasta de combate à pandemia do novo coronavírus, mas de olho nos
próximos passos, que são a fixação de cronograma de vacina na capital e a
logística sobre o armazenamento do imunizante, já que conta com mais de 50
pontos de vacinação, e ainda a disposição de agulhas e vacinas suficientes para
atender a demanda. Depois de tomar pé da situação, Pedroso deve conversar com o
secretário estadual de Saúde, Ismael Alexandrino, sobre o cronograma preliminar
já definido pelo Estado, com quatro fases, enquanto a vacina não chega ao
País.

Na mesa 

O anteprojeto de lei de autoria do
deputado Delegado Humberto Teófilo (PSL), alinhado politicamente com o
presidente Jair Bolsonaro, que veda vacinação obrigatória, particularmente a da
Covid-19, já está na Casa Civil. 

Recado 

Na presença de vereadores, o prefeito
em exercício Rogério Cruz fez questão de pedir à sua equipe atenção às demandas
da Câmara de Goiânia, para marcar parceria com o Parlamento goianiense,
independentemente de ser da base aliada ou da oposição. 

Aposta 

Está a cargo do deputado Henrique
Arantes (MDB) a relatoria do projeto que permite a 
exploração
de serviços e atividades lotéricas, concursos de prognósticos, jogos ou
diversões eletrônicas em Goiás, na CCJ da Alego. 

Fora de rota 

Pelo menos por enquanto, Goiás (com
bancada de 17 parlamentares) não está no roteiro inicial dos candidatos à
Presidência da Câmara dos Deputados. Arthur Lira (PP), nome do Palácio do
Planalto, e Baleia Rossi (MDB), da oposição, já agendaram visitas a vários
Estados em busca de votos. 

Exclusivo 

Os servidores do Fisco estadual
aguardam a votação definitiva da matéria do deputado Bruno Peixoto, líder do
Governo, que diz que a administração tributária, atividade essencial ao
funcionamento do Estado, será exercida pela carreira do fisco e pelos
servidores de apoio fiscal.

Sala de
aula 

Passa a
ser obrigatória a inclusão de noções sobre a Constituição Federal, nas
disciplinas de História e Geografia ministradas nas escolas municipais de
Goiânia. A prefeitura pode firmar parcerias com órgãos públicos, universidades,
MP e Tribunal de Justiça. 

Pode contratar

As universidades federais de Catalão e Jataí estão fora da regra que
proíbe a admissão de servidores públicos em 2021. A matéria foi aprovada no
Senado. 

Teto 

Por
normativa do Tribunal de Contas do Estado, o
 valor máximo para as
multas aplicáveis pelo órgão foi fixado em R$ 88 mil para o exercício de 2021,
relatada pelo conselheiro Saulo Mesquita. 

CURTAS 

– Já está valendo o passaporte equestre para
permitir o trânsito livre de 
equinos, asininos e
muares, em cavalgadas, desfiles e concursos no Estado.
 

– Vão compor o Conselho Estadual do Trabalho, Emprego e Renda 19
pessoas, 
sendo 7 do poder público, 6 dos
empregadores e 6 dos trabalhadores. 


Compartilhe: