Quinta-feira, 26 de janeiro de 2023

Coluna

Maior desafio de Lula é pacificar o país e proteger setores produtivos

Publicado por: Wilson Silvestre | Postado em: 11 de janeiro de 2023

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), tem uma tarefa digna de Hércules à sua frente: pacificar o país e proteger os meios de produção. Demonizar o agronegócio como muitos propõem ou outros setores ligados dentro dessa cadeia produtiva, não vai diminuir a oposição ao governo e muito menos calar um Congresso majoritariamente conservador. A Xadrez conversou com duas correntes de pensamentos antagônicos sobre o agro. Para o engenheiro agrônomo, produtor e consultor em agronegócio, Enio Fernandes, sempre que ocorrem eventos envolvendo uma cadeia produtiva, gera desgastes com os poderes constituídos. “Nós do agro, precisamos sempre dos governos, seja municipal, estadual e, principalmente federal, mas demonizar o setor por causa de pessoas ou empresas terem financiado atos antidemocráticos, não é justo. São acusações sérias mas não se pode prejudicar um setor importante da economia como o agro devido a uma minoria”, defende Enio. Numa linha oposta às preocupações do agro em que possa haver uma ‘caça às bruxas’ pelo governo Lula, o diretor metodológico na Polls Consulting Group, Caio Manhanelli diz que, “podemos separar o agronegócio em dois grandes setores: os empresários ligados ao abastecimento interno que não estão preocupados [com o governo], Os que exportam não tem com que se preocupar já que tem o ministro da Agricultura avalizados por eles. Então, é infundada a preocupação que haverá qualquer represália contra o setor”.

Pode haver expurgo na PMDF

Circula no meio político do Distrito Federal e no governo local, uma preocupação adicional sobre a crise provocada pela invasão e depredação das sedes dos três poderes: o que o governo Lula pretende fazer com a Polícia Militar do DF? Fala-se que haverá uma “desbolsonarização”, mas sem especificar como. Não está descartada um expurgo, conforme disse à Xadrez um coronel da reserva. A conferir.

Continua após a publicidade

R$10 bi por ano

A Polícia Militar do DF custa ao Governo Federal em repasses, mais de R$10 bilhões por ano. Além disso, é uma das melhores em equipamentos e viaturas, sem contar os salários muito acima das demais unidades da federação.

Coronel preso

Ministro do STF, Alexandre de Moraes pediu a prisão do ex-comandante da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) coronel Fabio Augusto Vieira. Mesmo na reserva (aposentado), ele será recolhido em uma unidade militar como manda o regulamento e fica à disposição da justiça. O ex-secretário de Segurança Pública, Anderson Torres também está com pedido de prisão.

Randolfo, o algoz

O senador do Amapá, Randolfe Rodrigues (Rede) e líder do Governo no Congresso, tornou-se o algoz do Distrito Federal e também do governador afastado, Ibaneis Rocha (MDB). A primeira investida de Randolfe foi em dezembro, propondo acabar com os repasses do Fundo Constitucional ao DF. Agora conseguiu afastar o governador do cargo.

Redes sociais

Facebook, Instagram, WhatsApp e o YouTube, que pertence ao Google, proibiu a veiculação de programas que exibem atos que incitam ações contra os poderes constituídos.