Coluna

O “apoio por apoio” de prefeitos que não devem transferir votos a Caiado 

Publicado por: Yago Sales | Postado em: 13 de maio de 2022

No entorno de Ronaldo Caiado (UB) a expectativa de adesão de prefeitos ao projeto de reeleição recupera o clima do “já ganhou”. Pelo menos 80% dos 246 prefeitos teriam concordado com mais 4 anos de Caiado à frente do Executivo estadual. Na tentativa de reter a oposição nos municípios onde Marconi Perillo consolidou um tucanato osso duro de roer nos quatro governos em Goiás, Caiado se junta a prefeitos em busca de apoio à disputa pela reeleição. A Xadrez ouviu alguns deles nos últimos dias. Parte, quer apenas do governador a garantia de “ajeitar a casa” com recursos e obras. Nos últimos dois anos, diante do desafio da pandemia, alguns desses prefeitos não sabem como resolver problemas, sobretudo de imagem. Endividados, sem canteiros de obras. Um deles diz que, quando sinalizou apoio a Caiado, conseguiu alguma expectativa na cidade e até deixou de ser criticado pelos blogs e rádios. Mas reforça que “não deve” transferir votos ao governador. A sensação de “apoio por apoio” circunda inclusive o Entorno do Distrito Federal, onde Caiado tem inexpressiva popularidade e onde outro opositor, Gustavo Mendanha (Patriota), engatinha em busca de emplacar o nome como a pessoa que vai substituir o atual governador no Palácio das Esmeraldas. 

Fundamental

Sob o nome de “Caminhada da Esperança”, a pré-candidata do MBD à Presidência da República, senadora Simone Tebet, esteve em Goiânia com o intuito de viabilizar-se e reforçar a influência da sigla no projeto de reeleição de Ronaldo Caiado. 

Afagos

Tebet trocou elogios com o ex-colega de Senado. Antes de visitar a Casa Verde, ela esteve na sede do MDB, onde foi recebida pelo presidente, pré-candidato a vice-governador na chapa com Caiado. 

Aí, não, vereador

O presidente da Câmara Municipal de Aparecida, André Fortaleza (MDB), usou a tribuna da Casa para criticar os sites Notícias de Goiás e Folha Z pela forma que abordaram, em reportagens, o apoio de parte dos vereadores à reeleição da deputada federal Magda Mofatto (PL).

Embora…

… sem o poder que exercia no PL de Bolsonaro e, agora, do pré-candidato ao governo, Vitor Hugo, Magda conseguiu adentrar o núcleo eleitoral do deputado professor Alcides, também do Partido Liberal.  

Preocupação

A crise preocupa o núcleo duro da campanha de Gustavo Mendanha. Aliado de Fortaleza, o grupo que pensa estratégias para viabilidade do nome do ex-prefeito de Aparecida à disputa eleitoral tenta evitar os rompantes do vereador e teme que o jeito “brucutu” dele de lidar com críticas possa refletir na campanha. 

Causa

Depois do desgaste causado pelo episódio em que desligou o microfone da vereadora Camila Rosa (PSD), André Fortaleza desistiu de concorrer a uma vaga na Câmara Federal. Com isso, se empenha em apoiar Mofatto. 

Mal assessorado? 

Nos bastidores, fala-se que parte desse comportamento vem do perfil do marqueteiro, Júnior Vilela. Com posicionamento de extrema-direita, Júnior é apontado nos bastidores como a derrocada política de André. O profissional, embora tenha Vilela no sobrenome, não tem nenhum parentesco com o ex-prefeito Maguito Vilela. 

Curta

O prefeito de Senador Canedo, Fernando Pellozo (PSD), lança, nesta sexta-feira na Câmara  Municipal, a atualização do Plano Diretor da cidade.

Compartilhe: