Coluna

Oposição a Caiado luta contra a falta de integração

Publicado por: Sheyla Sousa | Postado em: 29 de fevereiro de 2020

da Redação*

Enquanto a base do governo estadual mantém unidade de pelo
menos 26 deputados, depois da perda de cinco então caiadistas no fim de 2019, a
oposição aumentada ainda luta contra a falta de integração. O grupo tem o
desafio de juntar parlamentares da esquerda, com os petistas Antônio Gomide e
Adriana Accorsi, e direita, com os recém-chegados Humberto Teófilo e Major Araújo
(PSL), além dos tucanos, que se opõem a Ronaldo Caiado (DEM) com a necessidade
de defender as gestões do PSDB. O líder da oposição, Talles Barreto (PSDB),
confia que mais deputados aliados poderão deixar a bancada palaciana por
estarem “decepcionados com o governo”. “A oposição vai se organizar. Nós
conversamos com os parlamentares principalmente para fazermos as manobras
regimentais que devemos ter nas comissões e no plenário”, afirma. Três sessões
já foram encerradas por obstrução dos opositores.

Com calma

Talles rejeita a ambição de criar Comissões Parlamentares de
Inquérito (CPI) com alvo na gestão Caiado. A possibilidade foi aventada desde
que a oposição passou a contar com 14 membros, número necessário para
instalação.

Objeto

“CPI tem que ter motivo. Não vamos ter comissão de inquérito
apenas por criar e nem quero fazer parte desse processo. Vamos fiscalizar e se
houver irregularidade por parte do governo, aí sim, teremos as assinaturas
suficientes”, diz.

Outro lado

Responsável por rebater, o líder governista Bruno Peixoto
(MDB) minimiza o aumento da oposição e registra: “só foram para a oposição
depois que perderam cargos”.

Dama de ferro

No discurso na inauguração da fábrica da SSA, em Nova
Veneza, Ronaldo Caiado agradeceu a Wilder Moraes (Indústria e Comércio) e
brincou ao citar Cristiane Schmidt (Economia). “Ao citá-la aqui, não sei se os
empresários vão gostar”.

Aperto

“É ela quem aperta vocês. Mas não foram só medidas do
governo que geraram contrariedade. Algumas também foram aprovadas pela Assembleia,
presidida pelo deputado Lissauer Vieira”, que também estava presente. Não houve
aplauso.

Potencial adversário

Caiado e Vanderlan Cardoso (PP) trocaram apenas cumprimentos
protocolares na inauguração. O senador está a caminho do PSD e, mais que pré-candidato
em Goiânia, é tratado no palácio como nome certo ao governo em 2022.

Insaciável

O empresário José Garrote anunciou que vai investir mais R$
500 milhões nos próximos anos. “Minha fome de empreender é insaciável”, disse.

Corona

O deputado Zacharias Calil (DEM) é único goiano na comissão
que acompanha o enfrentamento ao coronavírus no Brasil. Os parlamentares
receberão na quarta-feira (4) o diretor-presidente da Anvisa, Antônio Barra
Torres.

CURTAS

– O vice-presidente, Hamilton Mourão, garantiu que o governo
de Jair Bolsonaro “não atenta contra a democracia”.

– No entanto, o general reconhece que “mares não estão
tranquilos”, principalmente na relação com o legislativo.

– Depois de intensos questionamentos, o TJGO
suspendeu a sessão que deliberaria a implantação do turno único. 

Compartilhe: