Coluna

Orçamento impositivo ainda não é tema consolidado no governo

Publicado por: Sheyla Sousa | Postado em: 09 de julho de 2018

O projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2019
foi aprovado no encerramento dos trabalhos da Assembleia Legislativa, antes do
recesso, com a emenda do relator, Talles Barreto (PSDB), estabelecendo o
orçamento impositivo para o próximo ano. Com a medida, deputados dividirão
fatia de 1,2% da Receita Corrente Líquida com emendas na LOA que,
obrigatoriamente, deverão ser cumpridas pelo governador. A mesma previsão
consta em Proposta de Emenda à Constituição Estadual (PEC), apresentada pelo
presidente da Casa, José Vitti (PSDB). Tida como consensual entre os deputados,
a proposta, no entanto, ainda não é tratada com tanta certeza no Palácio das
Esmeraldas. “Tivemos uma primeira conversa com o governador José Eliton há
alguns meses e não voltamos a tratar do tema”, conta o líder da base aliada,
Francisco Oliveira (PSDB). “Tem um sentimento dos parlamentares neste sentido,
mas ainda não conversei com o governador. Vou discutir com ele no momento
oportuno, no segundo semestre, quando a PEC entrar na pauta”.

Trabalho normal

O líder da base faz balanço positivo sobre os trabalhos dos
aliados ao governo na Assembleia Legislativa durante o primeiro semestre.
Segundo ele, as mudanças da janela partidária não prejudicam a formação de
maioria.

Tranquilidade

“Hoje podemos contar com pelo menos 26 parlamentares (já
foram 31) e é mais que suficiente para aprovarmos qualquer matéria. As emendas
têm sido liberadas e o quórum será mantido”, acredita Chiquinho.

Esquerda escala Haddad

Depois da fracassada manobra jurídica para soltar o
ex-presidente Lula (leia mais nesta edição), fica ainda mais próxima a rejeição
da Justiça Eleitoral a provável pedido de registro da candidatura do petista à
presidência da República. Com isso, partidos de esquerda que apresentaram nomes
na disputa presidencial – PDT, PCdoB e PSB – já consideram Fernando Haddad como
virtual candidato do PT. O avanço do ex-prefeito de São Paulo, porém, é alvo de
forte oposição interna no PT. A indicação de que Haddad assumiu o posto de
opção preferencial de Lula caso a candidatura do ex-presidente seja barrada
pela Lei da Ficha Limpa é clara aos olhos dos antigos aliados. Avaliação é de
que o ex-prefeito de São Paulo foi escolhido para ser advogado de Lula, passou
a ter trânsito livre com o ex-presidente, entrou na corrente “Construindo um
Novo Brasil”, que é majoritária no PT, e foi o nomeado para representar o
ex-presidente em uma conversa com o general Eduardo Villas Bôas – o comandante
do Exército que tem se encontrado com os principais pré-candidatos à
Presidência.

CURTAS

Lado definido – A
Associação Brasileira das Concessionárias Privadas de Serviços Públicos de Água
e Esgoto aprova a MP do saneamento.

Assinatura – A
Medida Provisória foi sancionada pelo presidente Michel Temer e, para a ABCON, a
proposta é o marco regulatório do setor por “ampliar a competitividade”.

Prazo final – Termina
hoje o período de inscrições para concurso público do IPHAN. São 411 vagas em
todo o País, inclusive nas unidades de Pirenópolis e Goiânia.

Carroça empinada

A convenção do PSD será marcada para o último dia do prazo
da Justiça Eleitoral: 5 de agosto. Até lá, a base governista articula com o
presidente da sigla, Vilmar Rocha, para garantir, se não o apoio, ao menos a
neutralidade na campanha.

Velhos amigos

O ex-governador Marconi Perillo participa das articulações e
são consideradas suplência de Senado ou boas condições para candidatura de
Vilmar a federal. Mas o ex-deputado ainda dá sinais de que, se não for ao
Senado, não entra em outra disputa.

Receio

Palacianos ressaltam a suspensão nas trocas de farpas entre
Vilmar e o governador e avaliam que mesmo a ausência do ex-secretário é ruim,
já que mostraria desunião do partido e, consequentemente, da base aliada.

Semana

Esta é a última semana do prazo de inscrições para processo
seletivo que visa a contratação de 1373 vagas de vigilantes temporários para os
presídios geridos pela diretoria-Geral de Administração Penitenciária do estado
de Goiás (DGAP).

Condições

O cadastro vai até
sexta-feira (13) e o salário inicial será de R$ 1.950,46, mais
auxílio-alimentação, com jornada de trabalho de 40 horas por semana,
preferencialmente em regime de plantão. Os contratos terão vigência inicial de
1 ano.

Aniversário

O governador José Eliton comemorou, pelas redes sociais, os
três anos de funcionamento do Hospital Estadual de Urgências da Região
Noroeste de Goiânia (HUGOL). “É referência em qualidade para o país”,
disse.  ojHoje

 

Compartilhe: