Coluna

Partido de Bolsonaro tem “via aberta” para apoiar Iris

Publicado por: Sheyla Sousa | Postado em: 20 de janeiro de 2020

Além de continuar firme na base do governador Ronaldo Caiado
(DEM), principalmente depois do racha com o PSL do deputado federal delegado
Waldir, o líder do governo Bolsonaro e futuro do presidente do Aliança Pelo
Brasil em Goiás, deputado federal Vitor Hugo, mantém aproximação política e
administrativa com o prefeito de Goiânia, Iris Rezende (MDB). Participações
frequentes em mutirões marcaram o início do trabalho de base do parlamentar,
que se estende ao interior do estado, com destaque à região do entorno do
Distrito Federal. Vitor Hugo foi eleito por meio do quociente eleitoral
alcançado pela ampla votação de Waldir e agora busca consolidar alicerce
próprio. “Seria prematuro definir, até porque o Iris tem dito que não será
candidato, mas é preciso considerar o histórico. Pela boa relação, temos uma
via aberta para apoiar uma reeleição, se for o caso”, define.

Sinuca de bico

A relação próxima entre Vitor Hugo e o prefeito fica mais
forte ao mesmo tempo em que o projeto de partido Aliança Pelo Brasil se esforça
para buscar lideranças próprias na cidade. Ex-vereadores esperam a real
formação de chapa.

Prioridade

Sobre isso, Vitor Hugo aponta que a prioridade não é
conseguir altos números de votos e eleitos. “Nossa intenção mesmo é qualificar
um quadro de pessoas que se unam em torno e sejam fiéis ao projeto do
presidente Bolsonaro”.

Para vereador

“Nós gostaríamos de focar em uma chapa equilibrada para que
todos os candidatos tenham chance de concorrer”, afirma o deputado rejeitando
os “puxadores de voto”.

Justiça

O Tribunal de Justiça realizou nas comarcas goianas 9.421
audiências de custódia no ano passado. Iniciada em Goiânia em agosto de 2015, a
medida leva os presos em flagrante à presença de um juiz em até 24 horas após a
detenção.

Abrangência

O trabalho foi estendido para o restante do Estado em 2016, para
atender resolução Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e tratados internacionais
de direitos humanos.

Na Capital

Goiânia é a comarca com maior quantidade de ocorrências, 2
mil 823 audiências, em 25 Varas e no plantão. Depois vem Aparecida de Goiânia,
com 790; Águas Lindas, com 553; Catalão, com 522; e Caldas Novas, com 428.

Às urnas

Os cidadãos que tiveram o título de eleitor cancelado têm
até o dia 6 de maio para regularizar a situação. Após o prazo, quem não estiver
em dia com o documento, não poderá votar nas eleições municipais, no dia 4 de outubro.

Oportunidade

Serão encerradas amanhã as inscrições do Processo Seletivo no
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás (IFG) para formar
cadastro reserva de profissionais de nível Superior.

CURTAS

– O Aeroporto de Goiânia teve leve alta na movimentação em
2019: foram 3,2 milhões de embarques e desembarques.

– O número é 0,8% superior aos viajantes contabilizados em
2018. Foram 55.861 pousos e decolagens na pista.

– Começa nesta hoje e vai até 31 de março, o cadastramento e
recadastramento do Passe Livre Estudantil.

 

Compartilhe: