Segunda-feira, 22 de julho de 2024

Coluna

PCdoB deixa portas abertas para aliança na base governista

Publicado por: Sheyla Sousa | Postado em: 11 de abril de 2018

Mesmo depois da reaproximação nacional entre as cúpulas de
partidos de esquerda, o PCdoB em Goiás considera aberta a possibilidade de
fechar aliança com o PSDB e a pré-candidatura do governador José Eliton. A
avaliação é da presidente regional da sigla, deputada estadual Isaura Lemos,
que reafirma o posicionamento de união contra a prisão do ex-presidente Lula
(PT), ao mesmo tempo em que considera maiores chances e estrutura eleitorais no
abrigo da base governista. “Precisamos ser realistas em relação ao processo
eleitoral e mantemos uma relação institucional com o governo estadual para o
atendimento das famílias que necessitam de moradia. Portanto, não fechamos as
portas para continuar este entendimento, embora tenhamos um lado claro a favor
do presidente Lula”, afirma. Sobre a possibilidade de aliança com o PT, que,
ainda isolado, prepara candidatura própria, Isaura considera: “Nós temos alguns
dias pela frente para decidir. O PT é um partido irmão, junto conosco na luta.
Ainda não tem uma candidatura clara, mas trabalhamos para esta construção”.

Tecnologia

Continua após a publicidade

A Comissão Mista da Câmara Federal aprovou relatório do deputado
Thiago Peixoto (PSD) favorável à Medida Provisória que moderniza a Lei da
Informática nacional.

Benefícios

O texto amplia de três para 48 meses o prazo para que
empresas de informática beneficiadas com incentivos fiscais reinvistam os
valores pendentes em pesquisa e desenvolvimento. “A Lei coopera para a competitividade
do Brasil neste setor”, afirma.

Cortes serão
interrompidos

Mesmo diante do baixo índice de inflação registrado em
março, o presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, reafirmou ontem que a taxa
de juros deve sofrer mais um corte na próxima reunião do Comitê de Política
Moneária (Copom) e, depois, a trajetória de queda deve ser interrompida. O dado
da inflação oficial do país, divulgado elo IBGE, mostra que o IPCA (Índice
Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) variou 0,09% em março, índice mais
baixo para o mês desde a implementação do Plano Real, em 1994. No acumulado de
12 meses, o índice está em 2,68%, próximo do piso de 2,5% estabelecido para a
meta de inflação. “política econômica do meu governo, que não vai mudar,
devolveu o poder de compra ao brasileiro. E está devolvendo o emprego também.
Quanto menor a inflação, mais as empresas podem investir e gerar empregos”,
comemorou o presidente Michel Temer (MDB). Desde outubro de 2016, o Copom fez
12 cortes consecutivos na taxa Selic, que chegou a 6,5% ao ano na reunião de
março. O Comitê volta a se reunir nos dias 15 e 16 de maio. 

CURTAS

Entrosamento
Após divergências, José Eliton e Lúcia Vânia tiveram nova reunião ontem.
Trataram da MP sobre taxas de juros do FCO, da qual a senadora é relatora.

Quadrilhão – Em
denúncia, O MPF acusa o coronel João Baptista Lima Filho e o advogado José
Yunes, amigos de Temer, de arrecadar propinas para o presidente.

Atualização – Inclusão
dos cursos de Direito e Psicologia adiaram o prazo para inscrições no processo
seletivo 2018/2, da UEG, para o dia 10 de maio.

Começou!

Antes mais tímidos, os debates eleitorais entre tribunas da
base e da oposição na Assembleia Legislativa tomaram corpo ontem, na primeira
sessão ordinária depois do fim da janela partidária, e protagonizaram os
discursos.

Débuts

A discussão foi iniciada pela estreia do deputado Iso
Moreira (DEM), que pela primeira vez usou a tribuna à direita da Mesa Diretora,
tradicionalmente dedicada à oposição. Defendeu Marconi Perillo, mas atacou José
Eliton.

Debate regional

Iso afirma que Eliton não tem qualidades para ser o
candidato da base e que Marconi “errou ao não ouvir as bases e os partidos para
a escolha”. Citou até “perseguição”. Na prática, perdeu apoio do governo na
Região Nordeste do estado para a eleição.

Contraponto

Ficou a cargo do deputado Talles Barretto (PSDB) rebater o
novo opositor: “Andei muito com o deputado Iso na região nordeste com obras do
Goiás na Frente e ele elogiava José Eliton até poucos dias. Agora tem problemas
na base eleitoral”.

Agilidade

A Agehab convocou 15 prefeitos que aderiram ao programa
Goiás na Frente Habitação e representantes de três construtoras selecionadas em
chamamento público para agilizar a contratação de 1.575 unidades
habitacionais.

Meta distante

O presidente Cleomar Dutra, confirma o objetivo: “Estamos
trabalhando para cumprir a meta do Goiás na Frente de fechar até o final deste
ano a contratação de 30 mil unidades habitacionais”. A conferir.