Coluna

Por palanque a Moro em Goiás, partido entra em rota de colisão com José Nelto

Publicado por: Venceslau Pimentel | Postado em: 20 de dezembro de 2021

O rearranjo de alianças que o diretório nacional do Podemos propõe fazer nos estados, por conta da filiação do ex-juiz Sérgio Moro, esbarra, em Goiás, na costura já feita pelo deputado federal e presidente do partido, José Nelto, de apoio ao governador Ronaldo Caiado (DEM). Quem resolver essa parada, repassada por Moro, é a presidente nacional da legenda e deputada federal Renata Abreu, que já começou a mexer nas peças do xadrez eleitoral. E na mira do Podemos está o prefeito Gustavo Mendanha (sem partido), para dar palanque a Moro no Estado. Se não topar a nova orientação, Nelto tende a se filiar ao MDB, voltando às origens de sua trajetória política. 

E agora? 

Em tom de provação, o deputado Lucas Calil (PSD) quer saber se os parlamentares do PSL que subscreveram o projeto que concede título de cidadania goiana a Sérgio Moro vão mesmo entregar a honraria, de autoria de Humberto Teófilo, agora que o ex-juiz virou adversário de Bolsonaro. 

Rumo certo 

Cirurgião pediátrico, o deputado federal Zacharias Calil (DEM) é só elogios à bancada governista na Assembleia Legislativa, por ter aprovado projeto que autoriza o governo a comprar do Ipasgo o Hospital do Servidor, agora voltado para atender crianças e adolescentes. Oposição chiou. 

Polêmica  

Com parecer contrário da Procuradoria, a Câmara de Goiânia vota amanhã projeto que muda o nome da rua Che Chevara para Apóstolo Paulo, no Residencial Serra Azul, de autoria de Gabriela Rodart (DC), que alega que o ex-guerrilheiro não tem nenhuma relação com a capital. 

Licitação  

Por decreto, o Executivo instituiu os grupos especiais de trabalho para o desenvolvimento de estudos técnicos e a elaboração de minuta de regulamentação da lei federal que estabelece normas gerais de licitação e contratação para as administrações públicas. 

Contradição  

A decisão da Defensoria Pública da União, em tentar barrar a exigência do passaporte da vacina na Universidade Federal de Goiás vai contra normas do próprio órgão, que, sobre o retorno de servidores ao trabalho, defendeu como preferencial os vacinados contra a Covid-19. 

Adiamento  

Relatora do Plano Diretor de Goiânia, a vereadora Sabrina Garcêz (PSD), segundo colegas de Parlamento, não escondeu sua surpresa com a decisão judicial que suspendeu a tramitação da matéria, por entender que a mesma foi amplamente discutida. Acredita que a cidade perde se o processo não for adiante. 

Debandada

Com as últimas pesquisas, que mostram a consolidação de Lula na liderança na corrida presidencial, e a ascensão de Sérgio Moro, um deputado goiano que integra o Centrão prevê perda de apoio a Jair Bolsonaro, com tendencia a crescer no primeiro semestre de 2022. 

Dando recado 

Dias depois de chamar para briga o deputado Major Araújo (PSL), Amauri Ribeiro (Patriota) expõe vídeo nas redes sociais aprimorando a pontaria em um clube tiro, em que revela que adquiriu arma de grosso calibre. 

CURTAS 

– Na reta final de votação, a Alego tem reunião marcada para esta segunda-feira, às10 horas, para concluir, preferencialmente, a votação de matérias da Governadoria. Recesso deve começar após o Natal.

Compartilhe: