Coluna

Receita aumenta 25,5% nos três primeiros meses de 2021

Publicado por: Venceslau Pimentel | Postado em: 16 de abril de 2021

Venceslau Pimentel 

O demonstrativo da arrecadação do Estado, nos primeiros três meses de
2021, aumentou 25,5% em relação ao mesmo período de 2020. De R$ 6.043 bilhões
passou para R$ 7.585 bilhões. Em março, subiu de R$ 1.873 bilhão para R$ 2.463
bilhões. No entanto, os efeitos da pandemia do coronavírus continua impactando
nas contas do governo. A receita seguiu caindo de janeiro a março deste ano. De
qualquer modo, o governador Ronaldo Caiado vê com otimismo o resultado da
receita corrente líquida, que passou de R$ 24,52 bilhões, em 2019, para R$
26,32 bilhões em 2020. As transferências de recursos da União serviram para
compensar as perdas causadas pela pandemia, segundo a Secretaria da
Economia. 

Precisou de aval

A entrada do senador Jorge Kajuru no Podemos passou pelo crivo do colega
de plenário Álvaro Dias, que é líder do partido no Senado. Em seguida,
autorizou o deputado federal José Nelto, que preside a sigla em Goiás, a abonar
a ficha de filiação. Kajuru foi eleito pelo PSB e estava no Cidadania. 

Fora da CPI 

Por conta do desgaste depois de ter grampeado telefonema com o
presidente Jair Bolsonaro, Kajuru, um dos autores do pedido de criação da CPI
da Covid, ficou fora das indicações para compor a comissão. 

Ponta do lápis

De olho no vacinômeto, o presidente Jair Bolsonaro aponta que o
Ministério da Saúde já repassou a Goiás 1.370.130 e que teriam sido aplicadas
820.175.

Agora vai? 

Depois da manobra judicial do presidente da Associação Goianas dos
Municípios, Paulo Sergio Rezende, associados da entidade marcaram para o fim
deste mês assembleia geral para destituí-lo. Se isso acontecer, será formada
uma comissão provisória para o lugar do ex-prefeito de Hidrolândia. 

Independência

Coordenador do grupo de trabalho que atua pela independência
administrativa e financeira de novas universidades federais, entre elas, as de
Jataí e Catalão, o senador Vanderlan Cardoso (PSD) comemora sanção da Lei
Complementar que permite a contratação de pessoal. 

Vai depender 

Caso o PSB não continue na base aliada do governador Ronaldo Caiado, o
presidente da Alego, Lissauer Vieira, deixa o partido que hoje é comandado pelo
deputado federal Elias Vaz. 

Vacina abençoada

Evangélico, o deputado Rafael Gouveia (PP) quer que líderes religiosos
sejam incluídos nos grupos de risco para a vacinação contra a Covid-19.
Argumenta que eles se expõem diariamente dando suporte espiritual a milhares de
famílias. 

Isenção 

A eliminação da taxa para a criação de novas cooperativas no Estado de
Goiás, uma solicitação do sistema OCB/GO para impulsionar a geração de empregos
e renda em Goiás e ajudar na retomada da economia, está sendo avaliada pela
Procuradoria Geral do Estado, segundo o presidente da Juceg, Euclides
Siqueira. 

B.O. 

Ao presidir, ontem, reunião da CCJ, da Alego, o deputado Amauri Ribeiro
(Patriota), que anda se estranhando com a secretária da Economia, Cristiane
Schmidt, disse, em tom de brincadeira, que se estivesse ao lado dela na sessão
de quarta-feira, estaria na polícia respondendo a um TCO. 

CURTAS 

Projeto do Executivo estadual prorroga estado de calamidade pública,
que venceria por agora, até 31 dezembro deste ano. 

Para as eleições de 2022, o Tribunal Superior Eleitoral vai comprar
mais 176 mil urnas eletrônicas. 

Compartilhe: