Coluna

Reunião com Caiado sela ida de Humberto Aidar ao TCM

Publicado por: Venceslau Pimentel | Postado em: 21 de outubro de 2021

A indicação do deputado Humberto Aidar (MDB) para o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) está prevista para ser apresentada em dezembro, logo após a aprovação, pela Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa, da lei orçamentária do Estado para 2022. O decreto legislativo passará pelo crivo da CCJ, hoje presidida por Aidar, antes de ir ao plenário. Encontro entre o governador Ronaldo Caiado, o presidente da Alego, Lissauer Vieira, e o emedebista selou o acordo, após a manifestação unânime dos deputados. Ele vai ocupar a vaga de Nilo Resende, que se aposentou em maio, em meio à discussão sobre a eventual extinção do órgão, proposta por meio de uma proposta de emenda constitucional do deputado Henrique Arantes (MDB), arquivada em junho. 

Renúncia  

Lissauer Vieira registrou a reunião com uma foto em suas redes sociais, ao saudar Humberto Aidar, ao lado de Caiado, e dizer que ele assumirá outra função (no TCM) e se ausentar da Alego, renunciando ao mandato. 

Privatização  

No comando de audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, Vanderlan Cardoso (PSD) avaliou benefícios e riscos da privatização dos Correios, ao lado do maior defensor da venda da estatal, o correligionário ministro das Comunicações, Fábio faria, deputado federal licenciado (RN). 

Virou moda 

Depois que o deputado Cláudio Meirelles (PTC) sugerir corretivo ao colega Bruno Peixoto (MDB), por destratar adversários políticos, ontem foi a vez do vereador Sargento Novandir prometer o mesmo contra Geverson Abel, por disputa em sua base eleitoral, em Goiânia. 

Moradia  

A importância do setor da habitação para o desenvolvimento socioeconômico de Goiás foi tema de reunião do vice-governador Lincoln Tejota (Cidadania) com entidades do setor, na sede do Secovi-GO, comandado por Ioav Blanche. 

Morosidade 

Lei sancionada por Marconi Perillo, em 2012, e que foi questionada pela Associação dos Magistrados de Goiás (Asmego), sobre a majoração da alíquota da contribuição previdenciária dos servidores, não está mais em vigor. Agora, 12 anos depois de o Tribunal de Justiça declarar pela sua inconstitucionalidade, o STF dá ganho de causa ao Estado. 

Prazo 

Os deputados têm até o dia 7 de dezembro para apresentarem emendas à lei orçamentária do Estado de 2022, todas elas de caráter impositivo. Afinal, 1,2% da receita será destinada a contemplar as bases dos parlamentares. 

Novo canal  

A Enel Goiás desenvolveu um novo canal de atendimento para registrar falta de energia. Agora os clientes também podem enviar SMS gratuitamente para a distribuidora, para o número 27949. Para registrar, basta escrever ‘faltadeenergia’ e digitar o número da instalação, que consta na conta de energia. 

Novo polo 

Depois de reclamar da transferência de mais presos para o complexo penitenciário de Aparecida de Goiânia, o prefeito Gustavo Mendanha defende a transferência do local para implantar um centro empresarial metropolitano. 

CURTAS 

– Em primeira votação, a Câmara de Goiânia aprovou as diretrizes para o orçamento da prefeitura em 2022. A projeção de receita é de R$ 6,32 bilhões. 

– O segundo quadrimestre de 2021 das ações da secretaria de Saúde é foco de audiência na Comissão de Finanças da Alego, na próxima quarta-feira, com Ismael Alexandrino.

Compartilhe: