Coluna

Reunião do MDB não define futuro na prefeitura de Goiânia

Publicado por: Venceslau Pimentel | Postado em: 05 de abril de 2021

Venceslau Pimentel

O MDB de Daniel Vilela continua atolado
no dilema do ‘saia agora ou aceite as regras do Republicanos’. Este dilema em
deixar de ser protagonista para figurar como coadjuvante no jogo político,
divide emedebistas pró emprego no Paço municipal e os que buscam o caminho de
oposição. O jovem Daniel Vilela se encontra na cova dos leões e sofre pressões
para ‘chutar o balde’, mas não foi desta vez que isso aconteceu, frustrando a
reunião que decidiria o futuro da legenda como aliada do prefeito Rogério Cruz.
Foi uma reunião de mudos onde o ’Dia do desembarque da Prefeitura de Goiânia’,
por ora ficou nas intenções. Mas teve conversa animada sobre seguir outro rumo,
embarcando de vez na nave de Ronaldo Caiado que navega em mar tranquilo.

Estabilidade

O boletim médico
de ontem aponta que Gustavo Mendanha foi submetido a ventilação não invasiva de
forma intermitente, a fim de otimizar sua recuperação. Mas diz que ele
apresentou melhora clínica, mantendo-se sem febre. 

Destrancar

Os deputados voltam ao trabalho, nesta
terça-feira, de forma híbrida, tendo na pauta com 91 vetos do governo, 16
projetos em primeira votação e 18 com parecer favorável da CCJ. 

Terceira via 

Num aceno ao PSDB, o presidente nacional do MDB, Baleia Rossi, diz concordar
com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, de que é preciso se buscar um
nome alternativo a Jair Bolsonaro e Lula, em 2022. Em Goiás, por enquanto, os
dois partidos querem lançar candidaturas próprias ao governo. 

Nome próprio

Diante da intenção do presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, de
lançar candidato pelo partido à Presidência da República, em 2022, vai
estimular candidaturas aos governos estaduais. Em Goiás, Kassab tem dois nomes:
o senador Vanderlan Cardoso e Henrique Meirelles, secretário da Fazenda do
governo de João Doria. 

Curinga 

Apesar de apostar no senador mineiro Antônio Anastasia para ai disputa
ao Palácio do Planalto, Meirelles pode ser carta na manga, mesmo tendo este a
intenção de concorrer a uma vaga ao Senado, por Goiás, mesma intenção de Vilmar
Rocha, que preside a sigla no Estado. 

Consenso

Vereadores da bancada do MDB, na Câmara de Goiânia, devem se reunir
nesta segunda-feira, para se posicionar sobre a relação com o Paço Municipal,
com tendência de continuar na base aliada.

Alerta

Com alguns quilos a menos, o deputado Chico KGL (DEM) relata ansiedade,
medo e saudade de casa nos nove dias que passou internado num hospital, por
conta da Covid-19. É mais um parlamentar infectado pelo coronavírus e que faz
alerta sobre o perigo da doença. 

Na frente 

Com custeio próprio, a Associação dos
Magistrados de Goiás se antecipa em 15 dias a vacinação de associados e
dependentes contra a gripe. A campanha nacional só começa dia 12 de
abril. 

CURTAS 

Evangélico, o deputado federal João Campos (Republicanos) classifica
como corajosa a decisão do ministro do STF, Kássio Nunes Marques, em liberar
missas e cultos, e diz que fechar igrejas é inconstitucional. 

O procedimento para apurar recurso
julgado pelo Tribunal de Justiça em ação envolvendo o padre Robson de Oliveira
e a Associação Filhos do Pai Eterno (Afipe) avança, mas não tem data para ser
concluído.

Compartilhe: