Coluna

‘Reunião secreta’ provoca discórdia e esvazia plenário da Câmara

Publicado por: Yago Sales | Postado em: 06 de abril de 2022

Tudo parecia normal no Plenário da Câmara de Vereadores na terça-feira (5) quando, de repente surgiu um zunzunzum que estava ocorrendo uma ‘sessão secreta’ na sala das comissões. O motivo da reunião seria o indigesto tema para os vereadores neste momento: reajuste e data-base dos professores. Bem ao seu estilo insatisfeito, Clécio Alves que presidia a sessão, suspendeu os trabalhos e subiu para a sala das comissões acompanhado de outros vereadores. Chegando lá, ele indagou aos demais colegas sobre o encontro. Obteve como resposta que não era algo previsto, precisaram fazer isso de última hora e a reunião acabou atrasando, chocando com o horário do plenário, motivando o protesto dos colegas que estavam em plenário. Aí virou um sururu de acusações, entre outras, que eles participavam da ‘reunião secreta’ só para provocar a divisão do número de vereadores presentes no plenário. Diante do desconforto gerado entre os vereadores e devido o horário, o secretário da comissão foi embora sem apresentar uma proposta ao grupo de vereadores que tinham organizado o encontro com os professores. Ou seja, mais uma vez os professores ‘ficaram a ver navios’. E alunos fora da sala de aula.

De olho no voto

O governador Ronaldo Caiado (UB) não sai mais do Entorno do DF, de olho no capital político da região, onde nove municípios que fazem fronteira com a Capital Federal têm aproximadamente 600 mil eleitores e o ex-governador Marconi Perillo (PSDB) ainda é muito forte lá. Nesta quarta-feira (6) Caiado inaugura, em Luziânia, Captação Corumbá e em Valparaíso, a Estação de Tratamento de Água.

Mendanha na Tecnoshow

O agora ex-prefeito de Aparecida e pré-candidato ao governador, Gustavo Mendanha (Patriotas), segue os rastros de Caiado e marca presença na quinta-feira (7) na Feira Tecnoshow de Rio Verde. Ele terá como guia o ex-deputado federal Euler Cruvinel, recém-filiado no Patriotas.

No ringue

Sobre a corrida à vaga de governador em Goiás, o deputado estadual e pré-candidato a federal, Zé Carapô (Pros), é categórico: “Ainda tem muito chão pela frente e ainda faltam mais de seis meses para a eleição. É uma eternidade em política e pode mudar muita coisa”. Para ele, o desgaste de Caiado tende a piorar.

Nananinanão

Um candidato eliminado do concurso para procurador do Estado de Goiás teve negado pedido judicial para anular as provas orais, nas quais ele foi reprovado.

Motivo

O juiz Wilton Müller Salomão, da 5ª Vara da Fazenda Pública estadual, extinguiu o processo sem julgar o mérito porque o instrumento usado foi uma ação popular, previsto na Constituição para tutelar atos lesivos  ao patrimônio público.

Retaguarda

O presidente do Progressistas em Goiás e pré-candidato ao Senado, Alexandre Baldy, rebateu as críticas do ex-deputado Sandro Mabel (Patriota) a Caiado, sobre a falta de fomento à industrialização do Estado.

Pois…

Baldy argumenta que críticas são bem-vindas, mas os números da indústria goiana dizem o contrário. Ele cita a robustez do segmento têxtil como exemplo. Mabel usou o site da Fieg para criticar Caiado essa semana: “Se dependesse do governador, a indústria estaria morta”.

Curta

Advogado e ex-secretário de Justiça de Goiás, Edmundo Dias é pré-candidato a deputado federal pelo PSDB

Compartilhe: