Coluna

Roller nega trabalho contra MDB e rejeita “infidelidade”

Publicado por: Sheyla Sousa | Postado em: 25 de abril de 2018

O prefeito de Formosa, Ernesto Roller, discorda frontalmente
dos pedidos de expulsão dele e de outros quatro prefeitos do MDB, que
anunciaram apoio à pré-candidatura de Ronaldo Caiado (DEM) ao governo e
trabalham pela estruturação do pleito do senador. Além de Roller, há pedidos
para expulsar Adib Elias (Catalão), Renato de Castro (Goianésia), Paulo do Vale
(Rio Verde) e Fausto Mariano (Turvânia). Os pedidos foram aceitos pela
executiva regional do partido, que decidirá sobre a possível retirada. “O
partido não deliberou em convenção no sentido de determinar aos filiados que
acompanhem o posicionamento majoritário do partido por uma candidatura. Então,
não há que se falar em infidelidade”, afirma o prefeito. Além da discordância
interna, membros do grupo ligado ao presidente e pré-candidato Daniel Vilela
apontam que os prefeitos também teriam trabalhado contra o próprio partido,
incentivando desfiliações de lideranças. “Com a divergência, é natural o
trabalho de convencimento, mas de forma interna ao partido”, afirma Roller.

Trabalho

O deputado federal Daniel Vilela (MDB) esteve ontem na
Secretaria do Tesouro Nacional em busca de compromissos pela aceleração de
análises referentes às informações fiscais mais recentes da prefeitura de
Goiânia.

Investimentos

Segundo o parlamentar, a agilização deste processo fará com
que o município possa buscar e conseguir obter empréstimos e realizar também ações
que dependam de recursos próprios.

Parlamento debate
licitações

A Assembleia Legislativa sediou ontem o seminário regional
para discutir o Projeto de Lei nº 6814/17 que institui normas para licitações e
contratos da Administração Pública. A proposta revoga a Lei nº 8.666/93, a Lei
nº 10.520/02, e dispositivos da Lei nº 12.462/11. Segundo o presidente da Casa,
o tema é muito significativo tendo em vista que alguns Estados estão avançando
nesta discussão. “Esse debate precisa ser efetivamente colocado no Congresso
Nacional, pois nós estamos caminhando para evolução. As coisas tendem a
melhorar. A lei de licitações e contratos, muitas vezes, amarra muito os
gestores, dificultando suas gestões”, disse. O tucano ainda afirmou que
encontra dificuldades diante da atual Lei de licitações. “Acredito que é
preciso ser discutido e criado um texto que seja positivo para aqueles que são gestores.
Nós temos uma lei que limita até 8 mil reais para que você possa fazer uma
licitação. Às vezes você precisa fazer uma licitação um tanto quanto mais
rápida e esse valor nos dificulta muito”, explicou.

CURTAS

Presente! – Participaram
do debate os deputados federais Flávia Morais (PDT) e Augusto Coutinho (SD-PE),
além dos presidentes do TCM e da FGM.

Esporte – O
prefeito de Aparecida, Gustavo Mendanha (MDB), iniciou o planejamento para o GO
Cup, maior evento de futebol infantil da América Latina.

Solenidade – A diretoria
da Ceasa realiza às 10h a transmissão do cargo de presidente da companhia. Denício
Trindade (SD) entrega o posto a Júnior Vieira.

Esclarecimentos

O prefeito Iris Rezende (MDB) confirmou presença na Câmara
Municipal na sexta-feira (27) para prestar depoimento na Comissão Especial de
Inquérito (CEI) da Saúde. O convite foi feito depois do comparecimento do ex-governador
Marconi Perillo (PSDB).

Votação

O convite foi aprovado por quase todos os membros da CEI, à
excessão do vereador Paulo Daher (DEM). Para ele, a visita é desnecessária
diante das sete audiências já realizadas com a secretária municipal de Saúde,
Fátima Mrue.

Gestão e política

Na sequência das reuniões com prefeitos, o governador José
Eliton recebeu ontem, no Palácio das Esmeraldas, 17 prefeitos da Região
Sudoeste de Goiás. Discutiu e encaminhou ações do Programa Goiás na Frente.

Equipe próxima

O tucano é acompanhado pelos secretários João Furtado
(Governo), Carlos Alberto Leréia (Articulação Política) e Eduardo Zaratz (Goiás
na Frente). Já teve agenda com prefeitos do Nordeste, Região Metropolitana de
Goiânia e do Entorno do DF.

“O objetivo dessa reunião é manter, em todo o estado, o
ótimo relacionamento que sempre tivemos com os prefeitos. Estabeleci como meta
seguir aquilo que o governador Marconi Perillo já fazia”, declarou José Eliton.

Mais do mesmo

Diante do debate contínuo sobre a Saúde em Goiânia e o novo
embate entre prefeitura e estado, o deputado Jose Nelto (Podemos) propôs a criação
de uma CPI para investigar o serviço estadual.

 

Compartilhe: