Segunda-feira, 22 de julho de 2024

Coluna

“Sem pressa”, governo avalia sinais de Maguito e Vanderlan

Publicado por: Sheyla Sousa | Postado em: 28 de agosto de 2020

As possibilidades abertas com o anúncio de aposentadoria do
prefeito Iris Rezende para a estruturação de candidaturas à prefeitura de
Goiânia, com sinalizações de alinhamento com a base caiadista dos então
opositores, Maguito Vilela e Vanderlan Cardoso, fora recebidas com bons olhos
no Palácio das Esmeraldas. Avaliação entre articuladores próximos ao governador
é de que a única aliança desconsiderada seria com o PSDB, mas que qualquer
decisão a partir dos sinais transmitidos por MDB e PSD não sairá tão cedo. “Não
precisamos ter pressa”, avalia um caiadista à Xadrez. Entendimento no Palácio é
de que a pressão está sobre aqueles que têm a eleição de Goiânia como único
caminho para se fortalecer para a disputa de 2022, em referência a Vanderlan e
Maguito. “Não temos pressa para decidir e ainda acompanhamos se a aposentadoria
de Iris estará mantida”, avalia um governista.

Na balança

O possível alinhamento entre o comando vilelista do MDB e a
base de Caiado depende do envolvimento do prefeito. “Para o MDB sentar e
conversar, com Iris é uma coisa. Sem Iris é outro peso, muito menor”, considera
um articulador.

Continua após a publicidade

Na torcida

O movimento #FicaIris se animou com relatos no Paço de
suposto impacto do anúncio do fim da carreira política sobre o prefeito. Iris
Rezende teria sofrido um baque e os aliados tentam usar o sentimento para
motivar candidatura.

Retrospecto

Iristas mais esperançosos acham que “talvez a aposentadoria
não esteja tão firme assim”. Vereadores e a direção municipal do MDB colocam
lenha na fogueira.

Parado

Enquanto lideranças ficam em compasso de espera, o comando
do MDB inicia hoje série de reuniões para iniciar o diálogo sobre a campanha em
Goiânia. Vereadores do partido têm agenda com o diretório estadual, às 9h.

Adversário?

Pré-candidato com discurso de “choque de gestão”, Wilder
Morais (PSC), elogiou Iris Rezende. Disse que o prefeito tem carreira
“carregada de respeito”, mas que é preciso “pensar a cidade de um jeito
diferente”.

Adesões

Na primeira eleição sem coligações proporcionais, o PSC
adianta parceria em Goiânia com Republicanos, Avante e PMN, cada um com sua
chapa a vereador. Wilder garante “diálogo com outras três siglas” para o
projeto.

Homenagem

O deputado Humberto Aidar (MDB) comunicou que, junto com
Antônio Gomide (PT), apresentará projeto para criar a ‘Medalha Jornalista
Washington Novaes’.

Meio ambiente

O homenageado, referência em jornalismo ambiental, morreu na
noite da última segunda-feira (24). A medalha seria entregue todo 5 de junho, Dia
Mundial do Meio Ambiente, a pessoas com trabalho na ecologia, meio ambiente e
questão indígena.

CURTAS

– O Fórum Energético
realiza às 9h webinar para debater a visão estratégica para desenvolver a
biomassa em Goiás.

– A Câmara Municipal
aprovou projeto de Sabrina Garcêz (PSD) que cria a Política de Combate à
Obesidade Infantil em Goiânia.

– O vereador Paulo
Daher (PMN) tirou licença para se dedicar à disputa da reeleição. Assume o
pastor Roberto de Carvalho.