Segunda-feira, 15 de julho de 2024

Coluna

Vanderlan busca angariar base bolsonarista em Goiânia

Publicado por: Sheyla Sousa | Postado em: 21 de setembro de 2020

Rubens Salomão 

Depois da afinidade no primeiro ano de mandato, o senador
Vanderlan Cardoso (PSD), aderiu de vez à base de Jair Bolsonaro (sem partido)
em 2020 e o agora candidato à prefeitura de Goiânia pretende atrair para si os
votos de apoiadores do presidente, que teve 74% dos votos de goianienses no
segundo turno de 2018. Para isso, o senador também conta com o apoio do
governador Ronaldo Caiado (DEM), que retomou relação próxima com o presidente depois
do rompimento pontual do início da pandemia. “O apoio dos bolsonaristas vai depender
mais das minhas ações no Senado. As posições que já tenho defendido lá. Eles
não vão considerar aquele que fala da boca para fora ou vem agora com
oportunismo, exigindo que o presidente grave alguma coisa. Isso vai acontecer
muito e minhas defesas no Senado vão contar muito para conquistar votos. Seja
de bolsonaristas ou não”, define Vanderlan.

Neutralidade

Continua após a publicidade

O presidente Bolsonaro, no entanto, reforça que se manterá
distante das disputas municipais deste ano e que, poderá, talvez, se posicionar
no caso de disputas em segundo turno entre candidatos conservadores contra
esquerdistas.

Proximidade

Vanderlan teve reunião com o ex-líder do governo na Câmara
Federal, Vitor Hugo (PSL), mas não falaram sobre possível apoio. O major é a
principal liderança da base bolsonarista em Goiás, mas não pretende subir em
palanque algum.

Ajuda?

Pesquisa Ibope deste fim de semana apurou que a influência
de padrinhos como Lula, Bolsonaro e João Dória mais atrapalha do que ajudar no
pleito municipal.

Compromisso

Iris Rezende (MDB) reafirmou promessa de entregar todas as
obras até o no dia 31 de dezembro. “Temos apenas 100 dias para terminar todas
essas obras, que foram iniciadas para serem concluídas até o fim do mandato”.

Tô fora!

Na primeira aparição depois de anunciar aposentadoria da
política, o prefeito confirmou que não anunciará apoio a Maguito Vilela ou a
qualquer outro candidato.

Definitivo

“Eu anunciei o encerramento da minha carreira política,
reuni as lideranças e a imprensa para isso, consequentemente, eu não tenho como
ficar participando de campanha”, respondeu ao ser questionado sobre a campanha
do MDB.

Desgarrados

Já os deputados estaduais Lucas Calil (PSD) e Vinícius
Cirqueira (PROS), preferiram anunciar suporte a Maguito. Os partidos deles têm
as candidaturas de Vanderlan Cardoso e Samuel Almeida, respectivamente.

Fatores

Lucas já havia anunciado críticas à aliança do PSD com a
base caiadista e se reacomoda na oposição. Já Vinícius tem divergências
evidentes com o ex-secretário municipal de Governo como resíduos do mandato na
Câmara de Goiânia.

CURTAS

– O governo estadual economizou, entre secretarias e órgãos,
R$ 40,1 milhões em despesas de custeio no segundo trimestre.

– A redução de 35% em ao mesmo período de 2019 se deu por
conta das medidas de isolamento e trabalho remoto na pandemia.

– A Goiás Fomento liberou neste ano R$ 43 milhões em linhas
de crédito emergenciais por consequência da crise da covid-19.