Segunda-feira, 15 de julho de 2024

Coluna

Wilder Morais pode voltar ao governo de Ronaldo Caiado (DEM)

Publicado por: Venceslau Pimentel | Postado em: 16 de dezembro de 2020

Venceslau Pimentel

Depois das
eleições municipais, com o insucesso nas urnas, o ex-senador Wilder Morais
(PSC) continua mantendo a rotina de contatos com líderes municipais, mas sem
pensar, pelo menos por enquanto, em assumir cargo no governo estadual. À
coluna, Morais disse que tem tido conversas com Ronaldo Caiado (DEM), mas
assegura que um eventual retorno à equipe, pelo menos por enquanto, não está em
pauta. Ele assumiu a secretaria da Indústria, Comércio e Serviços em fevereiro
de 2019, mas deixou a pasta em junho de 2020, disposto a disputar a prefeitura
de Goiânia, sendo substituído por Adonídio Júnior.

Disputa 

Continua após a publicidade

Em
setembro, depois de um acordo político, o ex-senador foi escolhido candidato a
vice na chapa encabeçada por Vanderlan Cardoso (PSD), que perdeu a disputa para
Maguito Vilela (MDB). 

Sequestro

Reeleito
com 46,09% dos votos válidos, o prefeito de Niquelândia, Fernando Carneiro
(PSD), teve os seus bens colocados em indisponibilidade, até o valor de 12 mil,
por determinação judicial, por improbidade administrativa, juntamente com mais
três pessoas. 

Consenso

Em meio à
articulação da Mesa Diretora da Câmara de Goiânia, cresce na bancada emedebista
a percepção de que a presidência tem que ficar com o partido do prefeito
eleito. A legenda elegeu seis vereadores, que têm procurado andar unidos. 

Articulação 

Os
emedebistas têm dialogado com os dois grupos formados para a disputa, podendo
integrar qualquer um deles, uma vez que ambos deverão caminhar com o Paço. Mas
sem abrir mão da cabeça de chapa. 

Tesourada 

Os deputados
devem aprovar ainda esta semana a redução em 50% dos valores cobrados pela
certidão em forma de relação pelos cartórios de protesto de Goiás. Autor da
proposta, o presidente da Alego, Lissaeur Vieira (PSB), argumenta que o valor
cobrado no Estado está muito acima dos cobrados pelos maiores estados
brasileiros. 

Nas
alturas

Lissauer
Vieira cita o Estado de São Paulo. Lá, o valor é de R$ 1,37, enquanto Goiás
cobra mais de R$ 18,00. Ele diz que isso levou Serasa e Boa Vista a pararem de
comprar as informações de protesto dos maiores cartórios desde março de
2020. 

Prorrogado 

A Câmara de Goiânia referendou decreto do prefeito Iris Rezende que
prorroga por 180 dias os efeitos do estado de calamidade pública, a pedido da
equipe do prefeito eleito Maguito Vilela, para alongar contratos temporários da
Saúde 

Efeito
pandemia 

Por
sugestão da Secretaria da Economia, o governador Ronaldo Caiado encaminhou à
Alego a atualização do Plano Plurianual para o quadriênio 2020/2023, que
altera, especificamente os valores dos programas para o exercício de
2021. 

CURTAS 

– Na nota coluna de ontem, sobre o posicionamento do deputado federal
Vítor Hugo em relação a vacinas, onde se lê Ministério Público, leia-se
Ministério da Saúde, sobre o programa nacional de imunização. 

– O governo vai instituir a taxa de controle sobre as atividades de
pesquisa, lavra, exploração e aproveitamento de recursos minerais.