Sábado, 04 de fevereiro de 2023

Pabllo Vittar se pronuncia após acusações de ‘asian fishing’; entenda a polêmica

O caso tem chamado atenção nas redes sociais, após alguém fazer um copilado de fotos apontando a atitude da drag queen, alterando o formato dos olhos com maquiagem

Postado em: 08-11-2022 às 15h17
Por: Victória Vieira
Em resposta, Pabllo Vittar rebateu as alegações negativas e disse que está cansado da perseguição | Foto: Reprodução/Twitter

Pabllo Vittar se envolveu em uma nova polêmica. Desta vez, a artista foi acusada por influenciadores da web de praticar “asian fishing”. O caso tem chamado atenção nas redes sociais, após alguém fazer um copilado de fotos apontando a atitude da drag queen, alterando o formato dos olhos com maquiagem.

Quem apontou a problemática foi a criadora de conteúdo Bruna Satsuki Tukamoto. Ela é nipo-brasileira, e ao que parece, se sentiu incomodada com a última estética da dona do hit “AMEIANOITE”.

“Gostaria muito que a Pabllo Vittar assistisse esse vídeo sobre ‘asian fishing’ para rever seus comportamentos e fazer uma autocrítica sobre racismo. Mesmo achando que ela não vai ver, fica a minha tentativa de fazer o vídeo chegar até ela”, relatou a influencer.

Continua após a publicidade

Asian Fishing é quando uma pessoa não asiática se apropria dos traços e características orientais. Bruna explica que vai além de usar roupas e maquiagens para alcançar essa estética. Por muitos anos, as mulheres asiáticas foram pressionadas a seguirem o padrão de beleza distorcido imposto pela sociedade, isso acabou criando um lucro da fetichização oriental.

“A maquiagem se torna um problema quando chega a mudar os traços da pessoa e, especialmente, quando vem acompanhada de falas como ‘eu sempre quis ter o olho puxadinho’ e ‘agora eu estou super parecendo uma japonesa’. Ou ainda quando além do delineado e da maquiagem a pessoa usa vestimentas e pratica comportamentos que remetem aos amarelos”, explicou.

Em resposta, Pabllo Vittar rebateu as alegações negativas e disse que está cansada da perseguição. “É isso que vocês querem: atenção. Vão procurar o que fazer”, disse. “Vai lavar uma louça. O que não é normal é essa obsessão de vocês por mim”, finalizou.

Veja Também