Sábado, 04 de fevereiro de 2023

Titãs deve reunir integrantes da antiga formação para tour em 2023; entenda

Ano que vem, a banda comemora 40 anos de seus primeiros shows

Postado em: 12-11-2022 às 16h53
Por: Rodrigo Melo
Ano que vem, a banda comemora 40 anos de seus primeiros shows | Foto; Reprodução/O Hoje

Será que é dessa vez que “A Melhor Banda de Todos os Tempos da Última Semana”, deve se reunir por completo? É o que especulam fã, após a troca da foto de perfil no Instagram dos membros da formação clássica dos Titãs, realizada na última quinta-feira (10).

Os ex-integrantes e atuais da banda de rock fizeram um ensaio com o fotografo Bob Wolfenson, conhecido por retratar artistas em branco e preto em suas obras. Em seguida, os músicos alteraram as imagens do perfil de suas redes sociais simultaneamente.

Um fato que aumenta ainda mais a chances da possibilidade dessa reunião é que, no ano que vem, a banda comemora 40 anos de seus primeiros shows.

Continua após a publicidade

Com a retorno da formação clássica, devem voltar Paulo Miklos (voz e guitarra), Nando Reis (voz e baixo), Arnaldo Antunes (voz) e Charles Gavin (bateria) ao grupo. Desde 1992, quando Arnaldo Antunes deixou o grupo, os integrantes originais da banda não se apresentam juntos. Em seguida abandonaram o grupo, Nando em 2002, Charles em 2010, seguido por Miklos, em 2016. O guitarrista Marcelo Fromer morreu atropelado em 2001.

Sérgio Britto, Branco Mello e Tony Bellotto, três membros originais, continuaram com a banda formada também pelo guitarrista Beto Lee e do baterista Mario Fabre. Ainda não há previsão de shows, mas se espera um tour em início em 2023.

Reunião dos Titãs

Em junho, o guitarrista Bellotto já havia anunciado a ideia de reunir a formação clássica do grupo, durante entrevista à Rádio Gaúcha.

“Esta ideia de fazer a reunião existe sim, existe uma conversa. Talvez seja no ano que vem, a gente não sabe ainda, mas essa possibilidade existe sim.”, disse o músico que também acrescentou que há um bom relacionamento entre os ex-integrantes e os que permaneceram.

“A gente tem uma relação muito boa, nunca houve uma briga. Claro, a gente teve divergências, mas jamais uma ruptura.”, concluiu.

Leia também: Melhores álbuns brasileiros de todos os tempos

Veja Também