Sexta-feira, 03 de fevereiro de 2023

Viúva de Erasmo Carlos desabafa nas redes sociais: ‘Brasil para no dia do jogo, mas não parou por você’

Fernando Passos postou um texto refletindo sobre os últimos momentos com o artista e relembrou os momentos vividos durante o romance

Postado em: 02-12-2022 às 18h30
Por: Victória Vieira
Na ocasião, ela relembrou a sua cerimônia de casamento | Foto: Reprodução/Instagram

A viúva Fernanda Passos, de 32 anos, utilizou suas redes sociais para desabafar novamente sobre a morte do seu marido, Erasmo Carlos. A mulher postou um texto refletindo sobre os últimos momentos com o artista e relembrou os momentos vividos durante o seu romance.

Na terça-feira (29/11), a missa de sétimo dia de Erasmo Carlos foi realizada. Na ocasião, ela relembrou a sua cerimônia de casamento.

“Vido, quando você foi para o quarto e tirou os acessos eu não conseguia segurar as saudades. Não era difícil que médicos e enfermeiros me encontrassem deitada com você na cama. Me levantava rapidamente e pedia desculpas? depois fui ficando folgada e dizendo: é que estou com saudades! Eu vinha até a nossa casa, tomava banho e voltava, algumas vezes te encontrava comendo, mas logo que você acabava eu conseguia me aninhar um pouquinho. Algumas vezes cochilava, mas não ficava muito porque tinha medo de te prejudicar”, contou a mulher quando ele estava internado.

Continua após a publicidade

“Amor, você dizia muito que só se sentia seguro comigo, na minha presença. Quando eu não podia fazer nada você só me pedia para ficar perto: meu bem, fica aí pra me dar apoio moral. E quando eu não estava e as enfermeiras e médicos ‘atropelavam tudo’, como você dizia, só de me contar depois você se confortava”, relatou.

Logo em seguida, a viúva iniciou uma reflexão acerca do que ela poderia ter feito enquanto estava Erasmo estava vivo, esboçando o desejo de tê-lo protegido e ainda se culpa por esse fato.

“Eu não consigo me perdoar, mas não é pela saudade que eu estou sentido, é pela dor que você possa ter sentido? só de pensar em você perdido em algum momento meu coração se contrai e fica preso. Eu fazia questão de te explicar tudo o tempo todo? com riqueza de detalhes, até você me pedir para pular algumas partes. Nem sempre eu te satisfazia, mas eu pedia reforços? chamava os médicos, esperava o Walter”, escreveu.

Passos finalizou o desabafo fazendo uma comparação em que o povo brasileiro daria mais importância para jogos da Copa do Mundo do que a morte do músico.

“Estou me sentindo tão incompetente, inútil. O Brasil para no dia do jogo, mas não parou por você. Pra mim a vida tem parecido um grande domingo esperando você chegar de viagem buscando meu abraço, respirando fundo e dizendo: vou tomar banho direto para deitar com você”, disse.

Erasmo Carlos morreu no último dia 22 aos 81 anos de idade, vítima de uma paniculite complicada por sepse de origem cutânea.

Veja Também