Setembro terá clima instável, diz Inmet

Previsão de chuva só para outubro, orientação é manter a hidratação e evitar exposição ao Sol

Postado em: 02-09-2016 às 06h00
Por: Redação
Previsão de chuva só para outubro, orientação é manter a hidratação e evitar exposição ao Sol

Wilton Morais

Setembro é conhecido como um mês de tempo seco e umidade do ar baixa, tendência que deve continuar. Diante disso, a média de chuva esperada para o mês é de 45 milímetros para a Capital goiana. A previsão é do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). “A primavera deverá se iniciar no dia 22 de setembro, com ocorrência de chuva em nível abaixo da média, o que vai tornar o mês um pouco quente, não ultrapassará as temperaturas registradas no mesmo período do ano passado”, explica a meteorologista e chefe do Inmet de Goiás e Tocantins, Elizabete Alves Ferreira.
Para o instalador técnico de fiação de internet, telefone e televisão Renan Rosa de Melo, trabalhar em exposição ao sol não é algo muito agradável. “Com essas temperaturas elevadas, quando subi a escada ao lado de uma casa, acabei queimando a mão em um ferro que estava realmente muito quente”, conta o instalador, “ainda bem que não tive uma queimadura mais grave”, brinca.
Segundo Elizabete, no mês de setembro, a temperatura não vai se assemelhar ao ano passado. “Em setembro de 2015, o mês foi quente por causa do fenômeno El Niño. Neste ano, não será da mesma forma”. A expectativa do Inmet é que neste mês a média da temperatura fique entre 32°C e 37°C, com umidade relativa do ar em torno dos 10%.

Expectativa
A meteorologista explica que o clima instável dos últimos dias é decorrentes de uma frente fria, o que permitiu chuvas isoladas e calor excessivo em outras partes da cidade. Em setembro, o clima em Goiás não terá grandes mudanças. Até domingo (4), a nebulosidade e umidade relativa do ar devem continuar baixas. 
Apesar de chuvas em áreas isoladas, a umidade relativa do ar deve ficar em torno de 20% amanhã, e até 24% nos  próximos dias. A tendência é que os dias continuem secos, e com possibilidade de chuva em áreas isoladas de Goiânia. “Até sábado (3), temos a possibilidade de chuvas isoladas, deste dia para frente a expectativa é de temperaturas mais elevadas, principalmente no período da tarde”, explica a meteorologista, Elizabete Ferreira.

Continua após a publicidade

Chuva
No próximo dia (14), outra frente fria deverá trazer novas instabilidades climáticas. Até o dia (18), a atmosfera deve ficar seca e na primeira quinzena de outubro, a espera é de clima quente, com possibilidade de chuvas de granizo, ligeiras. Segundo o Inmet, as chuvas só vão começar diariamente a partir do dia 20 de outubro.

Médico alerta para cuidados com a pele

“Diante do clima instável, o mais importante é cuidar da hidratação, principalmente a oral, pois nossas células são compostas de água. Por isso, a ingestão de líquido é fundamental”, orienta a medica dermatologista, Paula Azevedo Costa.
De acordo com a dermatologista, a hidratação externa pode começar desde o momento do banho, com sabonetes e loções hidratantes, que são fundamentais para a prevenção no clima atual. “O ideal é aplicar o hidratante imediatamente depois do banho, o que vai permitir que a água do corpo fique mais tempo na pele”, recomenda a médica. 
“Apesar de não levarem água para o organismo, os óleos corporais também são indicados”.  
Para evitar a exposição solar, o instalador técnico, Renan Rosa conta que “abastece diariamente o galão de água na sede da empresa, o difícil é a garrafa durar o dia todo”. O individuo que não procura se prevenir contra a exposição solar pode sofrer alguns problemas de saúde. Conforme a médica, “a exposição em excesso pode causar desde o envelhecimento precoce, até o câncer de pele, como o melanoma, que é o mais comum e com maior incidência no País e no mundo”.

Veja Também