Prefeitura garante restauração

Após solicitação da Prefeitura de Goiânia, o Governo Federal, por meio do Ministério da Cultura (MinC), autorizou a restauração da Estação Ferroviária

Postado em: 03-09-2016 às 06h00
Por: Sheyla Sousa

Após solicitação da Prefeitura de Goiânia, o Governo Federal, por meio do Ministério da Cultura (MinC), autorizou a restauração da Estação Ferroviária de Goiânia e a revitalização da Praça do Trabalhador. Os recursos para execução do trabalho, no valor de aproximadamente R$ 7 milhões, serão disponibilizados pelo Instituto do Patrimônio Histórico Nacional (Iphan), através do programa PAC Cidades Históricas.
“É sabido que Goiânia tem um extenso acervo art decó, tombado pelo patrimônio histórico, e o papel dos gestores é cuidar para que as futuras gerações possam apreciá-lo. Fico muito feliz em poder trazer mais esse presente para a Capital”, disse o prefeito Paulo Garcia, destacando a revitalização e as fontes luminosas da Praça Cívica, recém-entregues.
O projeto arquitetônico de revitalização do espaço foi doado à administração municipal pela arquiteta Janaína de Castro e prevê a restauração de toda a construção, incluindo piso, revestimento e painéis do Frei Confaloni instalados na Estação Ferroviária, além da revitalização da iluminação e do paisagismo. A Praça do Trabalhador contará com uma área de recreação com pergolado, academia ao ar livre e mesas de tabuleiro. Uma fonte será instalada na praça representando o monumento ao trabalhador, demolido na época da Ditadura Militar.
A Maria Fumaça será restaurada e relocada e os trilhos serão recompostos parcialmente, simbolizando onde o trem passava. O interior da estação sediará a banda marcial de Goiânia e abrigará museu sobre a história da Capital, um local de leitura e uma cafeteria. Todo o projeto foi elaborado para garantir acessibilidade às pessoas com deficiência. “Esse trabalho tem uma importância cultural e histórica. Mais uma vez, devolveremos um espaço público totalmente restaurado para os goianienses e os visitantes da Capital”, afirma Paulo Garcia.
A equipe do Gabinete Executivo de Projetos Especiais da prefeitura (Gepac), responsável pela negociação de repasses junto ao Governo Federal, explica que o MinC já aprovou todas as peças técnicas básicas do projeto. “Agora, aguardamos a liberação do convênio para iniciar o processo licitatório”, afirmou Vanderlei Toledo de Carvalho Júnior, gerente do Gepac. A licitação será realizada contratando-se projeto executivo e obra.

Veja Também