Idosos tem atendimento diferenciado em escolas

Integrando os direitos da pessoa idosa, a Educação colabora para aprendizagem dos educandos

Postado em: 13-10-2016 às 06h00
Por: Redação
Integrando os direitos da pessoa idosa, a Educação colabora para aprendizagem dos educandos

Da redação

A Secretaria Municipal de Educação e Esporte (SME) recebe todos os anos em suas turmas de Educação de Adolescentes, Jovens e Adultos (Eaja), cerca de 400 pessoas idosas, com idade acima de 60 anos. Matriculados em 62 escolas e turmas de extensão espalhadas pela Capital, esses alunos são motivados a retomar os estudos e recebem atendimento diferenciado, que visa além do letramento, fortalecer a socialização e valorizar as tradições.

Integrando os direitos da pessoa idosa, a Educação colabora para aprendizagem desses educandos, como é o caso da aluna Aurora Maria de Jesus, que cursa o primeiro ano do ensino fundamental, na Escola Municipal Vicente Rodrigues do Prado, no Parque dos Amendoeiras. Com 83 anos e diagnosticada com Alzheimer, a educanda tem dificuldades de memorização, o que não a impede de se esforçar nas atividades da sala de aula.

Continua após a publicidade

Isabel Rosa dos Santos foi quem matriculou a mãe Aurora na escola. “O sonho de minha mãe é aprender a ler e em algum momento ficava magoada por não ter estudado na época certa. Para os médicos quanto mais ela se exercitar e interagir com outras pessoas, a chance de retardar os sintomas, como os esquecimentos, são maiores. Na última consulta, o médico ficou surpreso com sua disposição e melhora e atribuiu esse avanço a sala de aula”, conta a filha.

Matrículas

As vagas na Eaja são oferecidas para pessoas com idade acima de 15 anos, que não concluíram o Ensino Fundamental na idade regular. As matrículas podem ser feitas em qualquer época do ano no portal da Prefeitura de Goiânia www.goiania.go.gov.br. Mais informações pelo telefone 3524-8923. 

Veja Também