Investimento em segurança pode evitar crimes em shoppings

Especialista destaca eficiência das equipes treinadas que trabalham nestes estabelecimentos

Postado em: 13-10-2016 às 08h00
Por: Renato
Especialista destaca eficiência das equipes treinadas que trabalham nestes estabelecimentos

Karla Araujo

Mais de 444 milhões de pessoas passam mensalmente pelos shoppings de todo o País, segundo levantamento da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce). Diante do investimento em segurança particular, estes estabelecimentos são considerados os centros comerciais mais seguros das grandes cidades, mas em determinadas situações os frequentadores são surpreendidos com assaltos. Porém, a Abrasce avalia que crimes ocorridos dentro de centros comerciais são casos raros e isolados.

Ainda de acordo com a Abrasce, o baixo número de ocorrência se deve ao constante investimento em segurança, como circuitos fechados de imagens e demais tecnologias voltadas para o sistema interno do empreendimento, na qualidade e treinamento dos profissionais e, também, no desenvolvimento de um trabalho de atuação que garanta a segurança do consumidor no local.

Continua após a publicidade

O especialista em segurança e diretor-presidente do Grupo Tecnoseg, Ivan Hermano Filho, afirma que a maior parte das ações praticadas por criminosos em shoppings de Goiás foram frustradas. “Estas pessoas tomam atitudes pouco inteligentes ao tentarem roubos nestes locais, pois, se não forem pegos no ato, certamente serão identificados depois, pois o sistema de câmeras destes locais é muito eficiente”, explica Hermano.

O especialista também destaca a importância de pelo menos parte dos seguranças de grandes estabelecimentos particulares estarem armados. “Não é necessário que todo o pessoal use armas de fogo, mas uma porcentagem precisa estar preparada e equipada para reagir contra assaltantes armados”, afirma Hermano.

Roubo
Dois assaltos ocorridos neste ano assustaram frequentadores de shoppings em Goiânia. O último aconteceu nesse fim de semana, no Goiânia Shopping, localizado no setor Bueno, em Goiânia. De acordo com a assessoria do shopping, dois homens chegaram ao estabelecimento por volta das 10h20 e foram até uma joalheria localizada no primeiro piso. Um dos assaltantes quebrou a porta da loja com um pé de cabra e o outro reteve um cliente na entrada da joalheria.
Após a rápida ação, os dois fugiram pela portaria do piso dois. Ninguém ficou ferido. A Polícia Militar foi acionada e o shopping ressalta que está à disposição dos órgãos de Segurança Pública para a elucidação do caso. O shopping funcionou normalmente durante o sábado (8). Em relação à segurança, a assessoria do centro de compras informou que seu sistema de segurança preventiva conta com equipamentos de monitoramento nas áreas comuns durante 24 horas, além de possuir uma equipe de segurança qualificada e treinada para garantir o bem-estar de clientes, lojistas e colaboradores.

Condenação
Outro caso aconteceu no dia 18 de janeiro, quando três pessoas assaltaram uma joalheria situada no segundo piso do Shopping Flamboyant. Um dos suspeitos foi pego pela equipe de segurança particular quando ainda estava no estacionamento. Os outros dois conseguiram fugir, mas a mercadoria foi recuperada com o suspeito pego pela segurança do shopping. Na época, a assessoria do estabelecimento informou por nota que a ação foi discreta e culminou na prisão do envolvido.

O suspeito Hércules da Silva Castro foi condenado em setembro a cinco anos e quatro meses de reclusão por ter assaltado a joalheria. De acordo com o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), ele tentava fugir com cerca de R$ 60 mil em joias quando foi impedido pelos seguranças. Ele portava uma arma de fogo de brinquedo e estava acompanhado de mais dois comparsas, que conseguiram fugir.

Veja Também