Polícia desarticula três quadrilhas de traficantes em Goiânia

A primeira associação criminosa fornecia maconha e cocaína para pessoas de alto poder aquisitivo enquanto a terceira mantinha um laboratório de refino de cocaína em Uruaçu

Postado em: 18-10-2016 às 18h00
Por: Toni Nascimento
A primeira associação criminosa fornecia maconha e cocaína para pessoas de alto poder aquisitivo enquanto a terceira mantinha um laboratório de refino de cocaína em Uruaçu


A Polícia Civil, por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Narcóticos (Denarc), desarticulou três associações criminosas que traficavam drogas na Região Metropolitana de Goiânia e no Norte do Estado. No total, foram cumpridos oito mandados de prisão preventiva, doze de busca e apreensão e quatro de condução coercitiva em Goiânia, Aparecida de Goiânia e Uruaçu.

A primeira associação criminosa fornecia maconha e cocaína para pessoas de alto poder aquisitivo, principalmente em academias em bairros nobres de Goiânia. O outro grupo é capitaneado por Thiago Bastos de Souza, que está preso na Penitenciária Odenir Guimarães, e fornecia drogas em Goiânia e Aparecida de Goiânia. A terceira associação mantinha um laboratório de refino de cocaína em Uruaçu e fornecia a droga para municípios da região, como Campinorte e Niquelândia.

O delegado titular da Denarc, Vinícius Teles, destaca que George Albert vendia a droga em estacionamentos próximos a academias no Setor Bueno. “Também foi apreendida uma arma no apartamento do George”, que, de acordo com o delegado, era dono de uma garagem no Setor Aeroporto.

Continua após a publicidade

(Goiás Agora)

Veja Também