Dois são presos pela Polícia Civil por homicídio e latrocínio

Os crimes aconteceram isoladamente em Goiânia. A motivação do homicídio foi acerto de contas e o latrocínio ocorreu durante roubo a um vigilante

Postado em: 20-10-2016 às 11h00
Por: Renato
Os crimes aconteceram isoladamente em Goiânia. A motivação do homicídio foi acerto de contas e o latrocínio ocorreu durante roubo a um vigilante

Renato Estevão

A Polícia Civil (PC) prendeu nesta quinta-feira (20), Ewerton Ruggeri Alves Garcia, o ‘carioca’, 19, e Gabriel Pereira Marinho, 30, suspeitos de participar da morte de Jean Carlos Francisco de Brito Neto, 21, e do vigilante Jesriel Augusto Abrantes da Cruz, 25.

Latrocínio

Continua após a publicidade

De acordo com o delegado Paulo Ribeiro, Ewerton e Gabriel e outros dois comparsas, apontados como William de Souza Santos, 20, e Túlio Beraldo Matias, 17, participaram de um assalto a um supermercado. Na ocasião, os suspeitos roubaram a arma do vigilante Jesriel, que foi morto durante a ação com a pistola. O crime aconteceu no dia quatro de julho deste ano.

Segundo o delegado Paulo Ribeiro, os criminosos eram conhecidos no mundo do crime. Quando menor de idade, Ewerton era infrator na pratica de roubos. Já Gabriel possui passagem pela polícia por receptação e roubo.

Homicídio

O delegado também explica que o homicídio, ocorrido em junho deste ano no Jardim Balneário Meia Ponte, foi motivado por um acerto de contas. A suspeita é de que Ewerton emprestou uma moto para William e Túlio, enquanto Gabriel cedeu uma arma para a prática do homicídio.

Segundo a PC, Túlio dirigia e William, na traseira da moto,  efetuou cinco disparos contra Jean, matando a vítima ainda no local. Os dois morreram meses depois em ações criminosas.

No dia 28 de julho, Túlio foi morto em uma troca de tiros com a Polícia Militar após roubar uma joalheria. No dia cinco de outubro, William também foi morto após roubar uma residência e um carro.

Veja Também