Prefeitura limpa cemitérios para o feriado de Finados

Manutenção dos túmulos fica a cargo dos proprietários de jazidas. São esperadas 400 mil visitas nos cemitério de Goiânia

Postado em: 01-11-2016 às 06h00
Por: Redação
Manutenção dos túmulos fica a cargo dos proprietários de jazidas. São esperadas 400 mil visitas nos cemitério de Goiânia

Wilton Morais

O feriado de finados, que neste ano será na quarta-feira (2), proporciona uma demanda maior de visitantes nos cemitérios de todo o país. Em Goiânia, o Cemitério Municipal Parque passa pela limpeza por meio da prefeitura e dos próprios proprietários de jazidas. A Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg), também realizou a roçagem e a remoção de entulhos do cemitério.

Segundo os funcionários da prefeitura que trabalhavam no cemitério, a varrição do local será realizada hoje (1°). Entulhos, pedaços de arvores e folhas também serão retirados. Apesar disso, a manutenção de cada propriedade no cemitério fica a cargo dos próprios donos. O abandono e o descaso dos proprietários acarretam na aparição de escorpiões e até gatos mortos dentro de túmulos. 

Continua após a publicidade

O funcionário do Detran, José Luiz costuma realizar a lavagem do tumulo de seus familiares pelo menos uma vez por ano. “As pessoas deviam cuidar mais das jazidas. Eu mesmo costumo realizar essa manutenção, tirar o capim, que ficam em volta do tumulo. Essa é uma função que cabe aos proprietários das jazidas, cuidarem de onde estão seus falecidos familiares”. 

O lavador de túmulo, Marcos Vinicius disse que a demanda de pessoas que contratam o serviço de limpeza dos túmulos aumenta entre os dias 30 de outubro e 2 de novembro. “Cobro de R$ 10 a R$ 15, dependendo da jazida para fazer essa limpeza”, conta. Neste período ele lava até sete túmulos por dia.

Manutenção 

O reparo dos túmulos no cemitério municipal deve ser solicitado na Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), e o trabalho poderá ser realizado tanto pelo proprietário, com um pedreiro particular ou com algum dos sete construtores do cemitério. Carlos Antônio, construtor do cemitério disse que essa manutenção varia, considerando o tipo de material de cada tumulo. “As pessoas gastam de R$ 500 a mais de R$ 1.000. Depende do material, alguns são de granito e custam caro”, exemplifica.

Já o construtor João Batista afirma que o trabalho não é realizado constantemente no cemitério. “Existe um protocolo da Semas, em alguns casos demora alguns dias. Nem sempre as pessoas seguram o dinheiro para essa manutenção”, revela. De acordo com a administração do cemitério, a estimativa para a autorização da reforma é dada em cinco dias.

Estimativa 

A prefeitura de Goiânia estima 400 mil visitas nos cemitério da cidade. As visitas poderão acontecer entre ás 7h até as 18h nos cemitérios Vale da Paz, Jardim da Saudade, Santana e Parque. A Guarda Civil Metropolitana (GCM) e a Secretaria Municipal de Trânsito, Transporte e Mobilidade (SMT), auxiliaram na segurança e no monitoramento do trânsito próximo aos cemitérios, durante as visitas.

Para este ano, a prefeitura também disponibilizou o aplicativo ‘Túmulos Goiânia’ disponível apenas para o sistema Android, no Google Play. O mesmo proporciona aos familiares encontrar a localização exata dos túmulos de parentes e amigos.

Veja Também