Sábado, 04 de fevereiro de 2023

Mais 132.800 doses da AstraZeneca chegam a Goiás nesta sexta (7)

Além desses imunizantes, chegaram também um lote da Pfizer com 17.550. Porém, as vacinas são destinados apenas para Goiânia, por causa da necessidade de armazenamento em temperaturas extremamente baixas.

Postado em: 06-05-2021 às 09h30
Por: Nielton Soares
O anúncio da nova remessa de vacinas foi feita pelo governador Ronaldo Caiado (DEM) pelas redes sociais | Foto: Gov. de Goiás

O Estado de Goiás recebe na madrugada desta sexta-feira (07/05) mais 132.800 doses da vacina AstraZeneca. A chegada da nova remessa do imunizante foi feita pelo governador Ronaldo Caiado (DEM) pelas redes sociais na manhã desta quinta-feira (06/05).

“Esses imunizantes serão usados na primeira dose de pessoas com comorbidades. O trabalho continua para vacinarmos todos os goianos e goianas”, escreveu Caiado, no Twitter.

Com essa nova remessa, o estado recebe, apenas nesta semana, mais de 340 mil doses da AstraZeneca. Na última segunda-feira (03/05), o Plano Nacional de Imunização (PNI) enviou para Goiás uma remessa com mais de 211 mil doses de imunizantes da AstraZeneca, que já foram distribuídas a todos os municípios goianos.

Continua após a publicidade

A estimativa do Governo Estadual é aplicar a primeira dose em todas as pessoas do grupo prioritário com 60 anos ou mais. Além disso, avançar na imunização de pessoas com comorbidades. A Secretaria de Saúde de Goiás (SES-GO) calcula que há 60 mil pessoas com doenças crônicas abaixo de 60 anos.

“Acreditamos que vamos zerar até os 60 anos. Para isso, precisamos pedir um empenho especial dos prefeitos e secretários de saúde de saúde de todos os municípios para que concluam os relatórios até 60 anos para que possam receber as outras doses que serão direcionadas às pessoas com comorbidades”, afirmou Caiado.

Pfizer

Além desses imunizantes, chegaram também um lote da Pfizer com 17.550. Porém, as vacinas são destinados apenas para Goiânia, por causa da necessidade de armazenamento em temperaturas extremamente baixas.

Veja Também