Pedestres são 29% das vítimas de trânsito em Goiânia

Restrição da circulação de pessoas e veículos em 2020 durante os primeiros meses da pandemia é um dos fatores que explica a

Postado em: 10-05-2021 às 09h15
Por: Maiara Dal Bosco
Acidentes de trânsito com pedestres teve redução de dois mil casos em 2020 | Foto: Wesley Costa

Restrição da circulação de pessoas e veículos em 2020 durante os primeiros meses da pandemia é um dos fatores que explica a redução de 24% no número de pedestres vítimas de acidentes de trânsito. As principais vítimas de acidentes de trânsito, tanto em Goiás, quanto em todo o território nacional, seguem sendo os motociclistas. Apesar da redução de 15%, cerca de 14 mil, em sua maioria homens, os motociclistas seguem como as maiores vítimas no trânsito. Levantamento mostra que a Região Centro-Oeste foi responsável por 11% das indenizações pagas. 

Usar a faixa de pedestre de forma correta é uma ferramenta que contribui para a diminuição dos acidentes de trânsito. A afirmação é do gerente de Educação para o Trânsito da Secretaria Municipal de Mobilidade (SMM) da Prefeitura de Goiânia, Horácio Ferreira Martins. De acordo com os dados da Seguradora Líder, administradora do Seguro DPVAT, de janeiro a dezembro de 2020, os pedestres ocuparam o 2º lugar no ranking de vítimas de trânsito.

O Relatório Anual da Seguradora Líder de 2020 mostra que os pedestres corresponderam a 29% do total de indenizações pagas. Nos acidentes com vítimas fatais, eles representaram 27%. Já os pedestres que foram indenizados devido a alguma sequela irreversível causada por acidente de trânsito representam 33% do total pago por Invalidez Permanente.

Continua após a publicidade

Apesar de não conter um levantamento exato do número de acidentes envolvendo o desrespeito a faixa, em função da dificuldade no registro, o especialista em trânsito faz um alerta para pedestres e motoristas. “A maioria dos atropelamentos ocorre fora da faixa ou perto dela”, destacou. 

O gerente de Educação para o Trânsito da SMM ressaltou que, no trânsito, cada usuário da via pública tem sua responsabilidade. Ele lembrou que o Código de Trânsito trata, no artigo 29, que os veículos maiores devem zelar pela segurança dos veículos menores; os motorizados pelos veículos não motorizados e todos devem zelar pela segurança do pedestre. “O pedestre também tem seus deveres. Apesar de ser o usuário da via pública com maior fragilidade, ele também carrega a sua responsabilidade pelo Código de Trânsito Brasileiro”, explicou. 

Neste sentido, Horácio destacou que a responsabilidade do uso correto da faixa de pedestre não cabe somente aos motoristas. “A contribuição do pedestre é fundamental. Ele tem que procurar a faixa para atravessar”, disse. Horácio também alertou para a atenção ao fazer a travessia. “A pista não é um lugar para atravessar atendendo o celular ou olhando mensagem”, acrescentou. 

Caso a via não conte com faixa de pedestre, ele deve certificar que o local que vai fazer a travessia da pista é onde não vai atrapalhar o fluxo de veículos e seja, além disso, no menor espaço possível. “Que ele atravesse de um lado para o outro da via em uma linha reta, ou seja, percorrendo o menor espaço entre os dois lados da via para que ele não venha disputar esse espaço na via pública com os veículos”, pontuou Horácio.   

Maio Amarelo  

Com objetivo de tornar Goiânia uma referência no Brasil no respeito à travessia, a Campanha Maio Amarelo de 2021 da Prefeitura de Goiânia, realizada por meio SMM, tem como foco a faixa de pedestre, com a temática “Eu respeito a faixa, eu respeito a vida: pratique no trânsito”.  O titular da SMM, Horácio Mello, ressaltou o papel da faixa de pedestre. Segundo ele, Goiânia tem 3.685 sinalizações de travessia. “Queremos conscientizar a todos e diminuir o número de mortes no trânsito”, afirmou. 

No lançamento da campanha, o prefeito de Goiânia, Rogério Cruz, destacou que a Campanha Maio Amarelo é sinal de atenção no trânsito e que desperta a necessidade constante do respeito às leis, à sinalização e às pessoas. “É, portanto, um sinal de responsabilidade”, enfatizou Rogério, acrescentando que, durante todo o mês, a prefeitura realizará diversas ações educativas. 

Campanha Nacional

Nacionalmente, a campanha Maio Amarelo 2021 foi lançada no dia 03 de maio, e tem como tema “No trânsito, sua responsabilidade salva vidas”. As ações serão coordenadas pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), ligado ao Ministério da Infraestrutura, em parceria com órgãos de trânsito nos estados e organizações da sociedade civil.

Neste ano, a mobilização pela segurança no trânsito terá forte ação nas redes sociais e eventos em formato virtual em razão da Covid-19, além do trabalho das instituições que estão constantemente atuando nas vias, como a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e demais agentes de trânsito. A mobilização alertará, por exemplo, para a responsabilidade de atitudes como usar passarelas e faixas de pedestres, para o respeito dos condutores aos vulneráveis no trânsito, para o risco de usar celular ao volante e sobre a importância de usar o cinto de segurança. (Especial para O Hoje)

Veja Também