Polícia prende mãe suspeita de matar filho e carbonizar corpo em terreno de Anápolis

Postado em: 12-05-2021 às 17h02
Jovem de 24 anos não soube afirmar se criança estava viva no momento que ateou fogo | Foto: Reprodução

Uma mãe de 24 anos foi presa no Setor Residencial Cerejeiras, em Anápolis, nesta quarta-feira (12/04), pela polícia, suspeita por ter matado e ocultado o próprio filho, um bebê recém-nascido. De acordo com o Grupo de Investigação de Homicídios (GIH), a jovem confessou o crime

Segundo a polícia, ela não soube dizer se a criança já estava morta antes de carbonizar. O corpo do bebê foi achado no período da manhã por populares e estava parcialmente carbonizado. A perna direita não sofreu queimaduras e possuía a identificação do hospital com informações do nome da genitora.

Com isso, a polícia foi atrás de câmeras de segurança do local. Nas imagens, capturadas na tarde de segunda-feira (10/05), é possível ver a jovem levando o corpo do bebê para o fundo do lote numa caixa de papelão branca e voltando ao carro para pegar o álcool e o isqueiro utilizados para atear fogo.

A jovem ainda contou aos investigadores que escondeu a gestação dos familiares e do pai da criança, que pensou que a jovem havia interrompido a gravidez. Ela revelou ainda que amamentou a criança apenas no primeiro dia de vida, e que não queria ter continuado com a gestação.

A suspeita está presa no presídio da cidade, onde se encontra à disposição da Justiça. A mulher deve ser indiciada, no inquérito policial, também por homicídio. O corpo do recém nascido passará por necropsia para apurar a causa da morte.

Por: Redação
Compartilhe: