Governo afirma que distribuiu 120 mil cestas básicas para 225 cidades no último mês

Postado em: 10-06-2021 às 17h36
Em Goiânia e nas regiões metropolitanas já foram realizadas 12 operações em 59 bairros | Foto: reprodução

Seguindo com a Campanha de Combate à Propagação do Coronavírus, o Governo de Goiás afirma ter batido, nesta quinta-feira (10/6), a marca de 120 mil cestas básicas distribuídas para famílias em situação de vulnerabilidade. Em apenas um mês, 225 municípios já receberam os alimentos comprados pela gestão do Estado de Goiás. O projeto busca garantir a segurança alimentar daqueles lares que foram atingidos pela crise causada pela pandemia da Covid-19.

Desde que a ação foi lançada, o Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social (SEDS), do Gabinete de Políticas Sociais (GPS) e da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), trabalha em diversas frentes para que esses alimentos cheguem à mesa das famílias goianas. Na capital e na região metropolitana de Goiânia, já foram realizadas 12 operações em 59 bairros. Com o apoio das forças de segurança, voluntários e da Guarda Civil Metropolitana, as cestas foram entregues, de porta em porta, sem gerar aglomeração.

Para o benefício chegar a todas as regiões do Estado, a presidente de honra da OVG e coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais (GPS), Gracinha Caiado, realiza, duas vezes por semana, videoconferências com gestores sociais e primeiras-damas dos 246 municípios.

Nas lives, além de discutir e construir soluções conjuntas para os desafios de cada cidade, Gracinha Caiado promove os Debates Sociais, que tem como objetivo organizar a Proteção Social em todo o Estado. É a partir desse contato semanal que 225 municípios já receberam e iniciaram a distribuição das cestas básicas.

Emocionada ao receber uma das cestas básicas adquiridas pelo Governo de Goiás, dona Doralina da Silva Santos, de 46 anos, disse que naquele dia a dispensa estava vazia. “Foi Deus quem mandou vocês aqui hoje. Eu e meu esposo estamos sem trabalhar, então as coisas estão muito difíceis. Eu só tenho a agradecer, essa doação significa muito pra mim”, conta a dona de casa.

“Esse resultado é fruto de um trabalho conjunto. Em apenas um mês, conseguimos levar praticamente metade das cestas básicas a quase todos os municípios de Goiás. Desde o início da campanha, o governador Ronaldo Caiado determinou que as entregas seriam feitas em parceria com os 246 municípios e assim nós temos feito. Chegamos a cada cidade, de porta em porta, para garantir que nenhum goiano fique desamparado”, comemora a primeira-dama.

Para a diretora-geral da OVG, Adryanna Melo Caiado, saber que as ações desenvolvidas pela Organização transformam a realidade das pessoas é a maior recompensa. “Cada distribuição de cestas básicas que realizamos conta com a participação de colaboradores e voluntários. Entre todos, o sentimento é de satisfação em saber que aquele gesto tem o poder de mudar a vida de quem precisa. É um trabalho muito gratificante”, acrescenta.

Nesta semana, o Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) e da Emater, iniciou também a entrega de cestas básicas a assentamentos e acampamentos rurais, em que moradores estejam em situação de vulnerabilidade.

No ano passado, 380 comunidades na zona rural receberam alimentos da Campanha de Combate à Propagação do Coronavírus. Além dos assentamentos, as comunidades quilombolas também receberão os benefícios.

Investimentos na proteção social

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Social, Wellington Matos, o Governo de Goiás já investiu cerca de R$ 70 milhões para garantir a segurança alimentar das famílias Goianas. “Esse é um trabalho construído desde o início da pandemia. Estamos empenhados para que esses benefícios continuem chegando a todos os cantos de Goiás e matando a fome de quem, muitas vezes, não tem sequer o básico para se alimentar”, destaca.

Em março, o governador Ronaldo Caiado autorizou o repasse de R$ 28 milhões aos 246 municípios do Estado, por meio de cofinanciamento da Assistência Social, para utilização em despesas emergenciais geradas pela pandemia, o que inclui aquisição de cestas básicas e ações de proteção social. O valor se soma aos R$ 21 milhões destinados para a compra de cestas básicas, que estão sendo distribuídas aos municípios.

Além disso, o Governo de Goiás e a OVG promovem orientação e capacitações para viabilização e utilização do recurso repassado. Este foi o maior montante financeiro do Brasil destinado por governadores diretamente para a Assistência Social dos municípios.

Por: Redação
Compartilhe: