Buscas por Serial Killer se concentram no Entorno do DF

Postado em: 16-06-2021 às 08h12
Por: Maiara Dal Bosco
Polícia acredita que Lázaro esteja na zona rural de Edilândia | Foto: Divulgação

Até ontem (15), mais de 200 policiais seguiam nas buscas por Lázaro Barbosa Sousa, 32, investigado por pelo menos cinco assassinatos e foragido há sete dias. A força-tarefa montada entre as Secretarias de Segurança Pública de Goiás e do Distrito Federal (DF), com apoio das polícias Rodoviária Federal e Federal, seguiu na região do Entorno do DF. Além de suspeito pelos assassinatos, o foragido também é procurado no DF e em Goiás por crimes de roubo, estupro e porte ilegal de armas de fogo.

O chefe da SSP-GO, Rodney Miranda, que coordena os trabalhos, voltou ontem (15) à região do entorno do DF para acompanhar a operação. De acordo com o secretário, as equipes se aproximam cada vez mais do suspeito, que está praticamente cercado na zona rural de Edilândia, povoado de Cocalzinho de Goiás. “Temos boas pistas. Estabelecemos um perímetro e estamos concentrando boa parte dos esforços ali”, ressaltou.

O suspeito teria invadido uma propriedade rural da região e trocado tiros com um funcionário da fazenda. “Ele [Lázaro] deu a volta na casa e efetuou alguns disparos com uma arma calibre 380, que tinha roubado de uma residência, onde baleou outras três pessoas. Eu estive lá, conversei com o caseiro. Ele acha que o baleou, mas acredito que não, já que não havia vestígios disso”, detalhou.

Rodney Miranda voltou a destacar o histórico do indivíduo, considerado de alta periculosidade. “É um psicopata. Não é a primeira vez que comete crimes. Ele conhece muito bem a área, é nascido e criado ali. É mateiro e está fazendo esforço enorme para se esconder e fugir da polícia. Mas nós também estamos fazendo um esforço enorme e vamos conseguir capturá-lo e apresentá-lo à Justiça o mais breve possível”, disse.

Ainda de acordo com o chefe da força-tarefa, os trabalhos também estão voltados para a proteção e garantia de segurança aos moradores locais. “Estamos fazendo toda a salvaguarda para não termos mais vítimas. As propriedades que não podem ficar sem ninguém, colocamos policiais próximos. Aqueles que quiseram sair, a gente está fazendo uma escolta, um trabalho de vigilância, inclusive nas propriedades abandonadas”, frisou.

O secretário destacou o importante papel que a população desempenha, auxiliando com denúncias e novas pistas, que possam levar ao paradeiro do investigado. “Se tiver informação, passe para a Polícia. Mas informação verossímil, que a gente possa realmente apurar. Apareceu informação de que ele estava em Sobradinho, no DF, em outros locais, pulando muro de casa. Então tem muita conversa”, afirmou.

O indivíduo é suspeito de cometer um quádruplo latrocínio em Ceilândia, no DF, e um quinto em Goiás. Ele teria ainda baleado três pessoas no último sábado (12), em Cocalzinho de Goiás, deixando duas delas em estado grave. Lázaro Barbosa Sousa já possui uma condenação por homicídio, na Bahia. Até o fechamento desta edição, o suspeito ainda não havia sido localizado pela Polícia. (Especial para O Hoje)

Compartilhe: